Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Faraoh Nilo – Stud Capitão

Questor Maximus – Stud Nunes de Miranda

Casual Elegance – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Luigi Bros – Haras Do Morro

Elemento Fatal – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Baccos – Stud Cajuli

Questor Maximus – Stud Nunes de Miranda

Rufus Gê – Stud Nunes de Miranda

Faraoh Nilo – Stud Capitão

Selo Negro – Stud Cajuli

Podolski – Sinval Domingues de Araujo

Energia Important – Stud Gold Black

Kurdish – Stud Capitão

Final Road – Haras do Morro

Acteon Gaúcho – Stud Hulk

Quarteto de Cordas – Haras do Morro

Ombak Bagusse – Haras Clark Leite

Escasa – Haras do Morro

Roi Plantegenêt – Stud Nunes de Miranda

Isola Di Fiori – Haras do Morro

Dracarys – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Lookforthestars – Haras do Morro

Agassi – Stud Verde

Verso e Prosa – Stud Ilse

Last Hope – Coudelaria Jessica

Ghoul – Stud Verde

Famous Italian – Stud Palura

Risada Gaucha – Coudelaria Pelotense

Violino Solo – Haras do Morro

Gone Hollywood – Stud Verde








Junho | 2018

O convidado da semana é o aprendiz estreante Luiz Fernando Henriques Junior
07/06/2018 - 09h57min

Sylvio Rondinelli

O nosso convidado é o aprendiz Luiz Fernando Henriques Junior, de 19 anos. Nascido em São Paulo, ele veio para EPT no Rio, em busca de realizar seu grande sonho. E na semana máxima do turfe nacional, vai estrear nas raias cariocas como aprendiz de quarta categoria.

“Eu nasci dentro do turfe! Desde pequeno acompanho o meu pai L.Henriques, que é jóquei em Cidade Jardim. Seguir a profissão dele era um sonho de criança e minha família sempre me apoiou muito para que eu conseguisse realizá-lo. Tenho também um tio, o Franco da Silva, que é piloto e hoje atua na Coréia do Norte. Minha influência é toda de família.”

Juninho, como é conhecido aqui na Gávea, deixou toda a família em SP e aos 17 anos veio para o Rio, sem ainda ter atuado como aprendiz em outro local. “Foi o meu pai que me pediu para vir fazer a escolinha aqui no Rio, pois ele achava melhor que a de São Paulo. Antes de entrar na EPT eu já tinha galopado algumas vezes, mas aprendi tudo o que sei aqui, com os meus professores Marcello Cardoso e Sr. Machado. Ambos me ensinaram muita coisa!”

“Com a decisão do meu pai, minha família fez tudo o que pode para que eu viesse fazer a seleção no começo de 2017. Fui aprovado e já fiquei no Rio. Trabalhei e estudei muito, mas logo perto de estrear fui desligado da escolinha por não seguir as regras, isso foi no mês de novembro. Foi um momento difícil, mas hoje entendo que as dificuldades nós fazem mais fortes e melhores. Acho que aprendi muito e hoje tenho mais seriedade na profissão. Fiquei quatro meses fora, mas nunca me afastei das atividades! Pelo contrário, adquiri muita experiência trabalhando no Centro de Treinamento Posto de Fomento com os treinadores J.Pessanha, I.C.Botelho e Z.Barbosa. Em fevereiro de 2018, fiz a seleção e tive a oportunidade de entrar novamente na escolinha.”

Parece que o tempo afastado da escola, fez o menino ser ainda mais grato e traçar com cuidado seus próximos passos e objetivos na profissão. “Não tenho palavras para agradecer todo o meu aprendizado na EPT. Sou imensamente grato pelos professores que tenho e por ter conhecido a Juliana Dias, coordenadora da escola. Ela nos dá muito amor e carinho, tem preocupação com a gente e quer ver  todos nós com um futuro melhor. Nos trata praticamente como filhos. Como não ser grato? Amadureci demais durante o 1 ano e 2 meses que passei aqui.”

E aproveitando o espaço, o L.F.Henriques dos programas oficiais, fez questão de citar algumas pessoas que foram fundamentais na sua formação. “Eu queria agradecer primeiramente ao meu pai, que me colocou no mundo do turfe e por me passar todo o amor pela profissão, desde pequenininho. Me espelho muito em meu pai! E queria agradecer também aos treinadores que sempre me deram apoio, conselhos e me ajudaram a chegar até aqui... São muitos, mas eu não poderia deixar de citar o Renan Marques, o Reisinho e o Léo Reis!”

Nesta semana de estreia, Luiz Fernando recebeu oportunidades e ao lado do seu agente de montarias, Sylvio Rondinelli, ele assinou oito compromissos. “Minhas expectativas são boas e estou muito confiante! Espero que na minha estreia corra tudo bem e eu consiga fazer tudo conforme o treinador pedir. Vai ser muito difícil não ficar nervoso, afinal eu estreio no domingo, dia do GP Brasil. Vou montar ao lado dos melhores!” E quanto a parceria com o seu agente de montarias, Juninho está otimista. “Estamos começando juntos! Sylvinho é um cara muito legal e já estamos nos tornando amigos. Com bastante trabalho, dedicação e humildade vamos conseguir alcançar nossos objetivos.”

O site Raia Leve deseja aos estreantes L.F.Henriques e Sylvio Rondinelli muita prosperidade e sucesso. Esperamos no futuro publicar muitas boas notícias desta promissora dupla.

Por Maria Teresa Morgado



<< Anterior Próxima >>










12.902

12.844















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud 13 de Recife

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street

  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês