Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Vai na Minha - Sinval Domingues de Araujo

Magic Touch - Stud Wall Street

Last Hope - Coudelaria Jessica

Over-Mint - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Sweet Nana - Stud Hulk

Jon Jones - Sinval Domingues de Araujo

Three Wise Man - Stud Beto & Fafa

Grand Turk - Stud Cajuli

Kohinoor - Coudelaria Mont Blanc 2009

Evoque - Sinval Domingues de Araujo

Jorge Cassas - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Fantástica Tatá - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Sweet Nana - Stud Hulk

Great Gatsby - Stud Treze de Recife

Questa Parola - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Energia Iluminada - Sinval Domigues de Araujo

Guaruman - Haras Planicie

Selo Achaque - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Quociente - Stud Gold Black

Jardim de Outono - Stud Treze de Recife

Mai Tai Monsoon - Stud Beto & Fafá

El Explosivo - Stud Beto & Fafá

Kremlin - Stud Hulk

Kremlin - Stud Hulk

Energia Half - Stud Hulk

Onzaneiro - Stud Beto & Fafa

Guaruman - Haras Planicie

Divina Luz - Stud TNT

Idiome - Coudelaria Atafona

Energia Important - Stud Gold Black








Neste espaço são publicadas as manifestações dos nossos leitores.

O RAIA LEVE acolhe opiniões sobre todos os temas ligados ao turfe.
Reserva-se, no entanto, o direito de rejeitar ofensas, acusações insultuosas e/ou desacompanhadas de documentação. Eventualmente, os e-mails poderão ser checados. O site não tem o compromisso de publicar todas as mensagens recebidas. A publicação, quando ocorrer, se dará na íntegra ou parcialmente, privilegiando-se os trechos mais relevantes.

O Raia Leve, depois de pedidos de leitores e deliberação da diretoria da ACPCPSI decide que além da checagem de CPFs e identidade virtual costumeiramente feitas, só publicará mensagens de internautas que respondam e-mail confirmando a identidade. Desta forma, a editoria do site pede aos internautas que respondam e-mail da associação com a máxima rapidez possível quando solicitados a fim de ter a liberação de seu comentário, bem como assegurem-se que o e-mail raialeve@raialeve.com.br esteja definido como um endereço que não seja encaminhado para a caixa de Spam.





Dezembro | 2016

Carlos Ferreira (07/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Boa tarde Sr. Helio Balsa,

Continuando a nossa agradável conversa sobre os locutores, após dois dias matutando sobre o assunto, lhe faço uma pergunta: qual a diferença entre o bordão do Casella "de bandeira à bandeira o melhor" e o do Fernando Cury "vão pegar só na ducha"? Ao meu ver, ambos tratam apenas do cavalo que ganhou com sobras o páreo. Nenhum dos dois é pejorativo em relação aos que perderam.

Aliás, eu como veterano das corridas na Gávea conheço este bordão do Fernando há mais de 50 anos, assim como outros, tais como "segura pelo rabo", ou então "este só perde se cair".

Enfim, são opiniões e lembranças diversas que servem para enriquecer um debate agradável e educado como o nosso.

Atenciosamente,

Carlos Ferreira

Waldir Alves de Souza (06/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Narradores:

Tanto o Fernando quanto o Thiago são excelentes!!!

Apenas excedem em suas narrações quando fazem firulas desnecessárias, tais como: abraços, o piloto vem no quinto andar - e o animal não vence o páreo, o que demonstra um certo açodamento - e por aí vai...

Repito, circunlóquio um tanto exagerado que nada acrescenta a transmissão do páreo. Apenas isso! 

Não tenho conhecimento de narradores no mundo com tantas firulas.

De resto, suas transmissões são bem precisas 

Muita sorte a ambos e vida longa na profissão!!!

Apenas a minha opinião.

Marco Antonio Santos (06/12/2016) - Niterói/RJ

Concordo com a maioria dos comentários a respeito dos locutores da Gávea. Eles tem talento e a profissão como todos sabem é difícil. O que eu não concordo , é que eles extrapolam as suas funções.

Pergunto aos caros turfistas , se o narrador tem que dar palpites a respeito do desenvolvimento das carreiras, ao fazer os comentários o narrador contamina sua narração , que deveria ser impessoal.

O bom profissional, não toma partido. O que mais ouço, são as referências elogiosas aos proprietários jockeys, treinadores e dirigentes do JCB. Como um profissional pode ser tão bajulador, puxa-saco e  se vergar tanto. E isso tudo acontece devido a omissão da comissão de corridas, que não tem comando algum.

Helio J B Balsa (06/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Bom dia,

Aos srs.Roberto Junior, Carlos Ferreira, Roberto Machado 

Entendo bem a posição de todos, mas acho que trabalho profissional é trabalho profissional. O locutor Fernando Cury é bom, é novo, vai aprender com o tempo. Bordões devem ser genéricos, tipo o narrador de SP " de bandeira a bandeira o melhor ", veja elogia o melhor sem agredir o perdedor. Até entendo era do seu pai e quando for da sua mãe, não é assim, no meu entendimento, que o profissional deve ser, a narração tem que ser formal, PROFISSIONAL.

Sds,

Helio Balsa

Antonio Moura (06/12/2016) - Niterói/RJ

SOBRE NARRADORES

A Gávea, desde sempre, teve locutores à altura do que exige a atividade; de Teóphilo de Vasconcelos a Fernando Cury, passando por Oscar Vareda, Fernando Valente Filho e Errnani Pires Ferreira, o nosso Hipódromo tem sido uma festa na qualidade das transmissões (esqueci alguém?).

Por outro lado, o advento dos páreos via TV, dá margem a que o espectador mais atento identifique algumas diferenças entre o que está vendo e o que ouve; vou citar o Fernando, eis que é a bola da vez: com frequência ele relata que o animal da frente vai tirando um corpo na frente - quando na verdade já tem três corpos ou mais. Mas entendo que isto tem que ser debitado à aceleração final do vencedor e/ou angulo de visão do locutor e à fração de segundos duma vigorosa atropelada. Na verdade, o jovem Fernando Cury não deve nada em qualidade e em emoção aos excepcionais locutores que por aqui passaram e se ainda corresse o tempo das transmissões do Rádio, seria impossível identificar o fato. 

Leva ainda a vantagem de ser turfista aplicado desde menino, tendo pleno conhecimento da cavalhada e de todos os profissionais envolvidos no espetáculo; sou fã de carteirinha! Ah, e régia filiação...

Antonio Moura

Roberto Junior (06/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Quero deixar aqui também meu depoimento em favor do locutor Fernando Cury !!!

Entendo as criticas do leitor aborrecido com a narrativa ao qual não gostou mas também não achei nada demais....

Sua narrativa das corridas lembra muito as do saudoso Ernani Pires Ferreira e sua dicção é perfeita.......passa uma emoção sem igual......incomparável.....o melhor locutor de corridas de cavalos do Brasil sem dúvida alguma.......

Talvez o meu xará Roberto tenha ficado aborrecido no páreo pelo seu cavalo ter perdido e acabou exagerando nas criticas e descontado no Fernando Cury que possui esse bordão á séculos e nunca havia escutado uma critica contra ele até então......

Deve ser uma emoção incrivel narrar um cavalo vencedor do seu próprio pai....e o bordão usado ontem era propício pois o cavalo em questão ganhou fácil sem dar sustos com varios corpos de vantagem para o segundo colocado.....

Achei pesado demais as criticas......"chegou ao delirio"......"adora tripudiar"......"basta de brincadeirinhas"......"narração se torna massacrante com esse deboche"........

Creio que pegou pesado demais meu caro Roberto Machado.......mas respeito seu ponto de vista......apesar de um pouco exagerado á meu ver !!!!

Jose Antonio Barros (06/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Engraçada e ridicula essa pmu, recebi um e-mail notificando que se quiser ter direito ao tal bonus nessas corridas francesas, teria que depositar a mais alta quantia ou superior que já efetuei depositos para apostar no Jcb, estão de deboche ou querem fazer os turfistas de palhaços novamente como eles fazem com esse bonus sobre apostas que falam em propaganda, mas na verdade é uma mentira pois se vc apostou mais de 600 reais recebe como grande bonus a bolada magnifica de 4,00, desse jeito não vão ter vida longa por aqui, pois querem acabar com o que sustentam o turfe, que é a famosa turma dos gargarejos e não os que jogam uma quantia maior, que eles acordem e tomem juizo

Carlos Roberto dos Reis (06/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Boa Noite:

Venho a este espaço mais uma vez, para parabenizar o jókey I. CORREIA que neste final de semana deu aulas de direções fechando a segunda feira ganhando dois páreos numa verdadeira aula.

Continue sempre assim pois tenho certeza que muitos clássicos vão vim para sua coleção.

Torço muito para seu sucesso

Roberto: Olaria

Carlos Ferreira (06/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Sr. Roberto Machado,

Ao contrário do Sr. eu acompanho as corridas pela TV narradas pelo locutor Fernando Cury e, além de considera-lo um excelente narrador, aprecio a forma descontraída e precisa como narra os páreos, incluindo a sua marca registrada “vão pegar só na ducha”. Está vendo? Temos opiniões completamente contrárias um do outro.

As corridas de cavalos são realmente difíceis de acertar, mas realmente não vejo deboche com os perdedores na forma como ele narra os páreos, e sim uma forma de elogiar os animais ganhadores.

Saber perder é uma arte, principalmente no jogo. O cidadão que joga com espírito belicoso é um sério candidato a uma úlcera ou um infarto. E sem a menor culpa do locutor.

Sds.

Carlos Ferreira

Roberto Junior (06/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Meu caro Carlos Ferreira 

Não é porque eu admiro as marcações dos diversos blogueiros turfisticos que tenho obrigatoriamente de jogar em suas marcações.....

Não só acompanho os palpites do Miguel Italiano......mas também do Julio turfe , Miguel Leão , André Cunha , turfistando do Fernando Lopes , Celson Afonso , Lucas Eller , etc

Abro varias janelas e baseado nos meus estudos e preferências , faço minhas apostas.....

Mas lógico que tenho meus preferidos como foi mencionado no meu post anterior !!!

Mas sem dúvida alguma concordo contigo que o prazer é maior quando acertamos baseados apenas em nossas convicções e estudos......

Todos os blogueiros tem suas virtudes......acertando ou errando temos que enaltecer os esforços de todos , pois eles NÃO tem obrigação nenhuma de nos dar satisfações......acompanhamos ou não seus palpites......não somos obrigados a nada......e apenas acredito que se não estão satisfeitos com suas marcações que apenas os ignorem e não façam perseguições infinitas......

Como voce mesmo disse na sua mensagem , não temos que ficar irados com os erros dos mesmos , pois eles não tem mesmo obrigação nenhuma de acertar sempre.....

Prezado Miguel Leão......

Quando citei que o blog do Miguel Italiano é gostoso de se acompanhar não estava me referindo e nem preocupado se ele tinha erros ou não de português......como voce mesmo disse :

"erros de português não chega a ser fundamental num contexto turfístico"

Estava me referindo a forma clara e objetiva que o Miguel Italiano detalha todos os seus prognosticos no seu blog......

Quem entrar lá vai entender o que estou falando......

Voce aconselhou o Italiano a se retratar a forma pejorativa que foi tratada o profissional Gabriel Souza.....com educação acima de tudo......

E o que ele fez ?

Se retratou com absoluta elegãncia reconhecendo que exagerou no seu comentário......mesmo que tivesse um fundo de verdade......a forma como foi escrita poderia ser feita de outra forma sem duvida alguma.......

Eu só gostaria de entender é porque o ser humano de uma maneira geral tem uma dificuldade imensa em tecer elogios em um "espaço do leitor" ?

90% ou mais são só criticas e mais criticas......

Quando criam algo de bom para os turfistas não há uma alma viva que venha a publico elogiar tal iniciativa ?

A PMU por exemplo.....só vejo "bilhões" de criticas......algumas delas eu até assino embaixo.....

Mas veja que maravilha fizeram nas duas ultimas semanas......

Colocaram promoções de 20% DE BÔNUS para os depósitos efetuados no site do JOCKEY RIO !!!

Eu aproveitei o maximo as duas promoções , ou seja , joguei gratis com o dinheiro deles......e garanto que varios criticos que "odeiam" a PMU aproveitaram também essa promoção....

Ahhhh......mas vir a publico e elogiar tal iniciativa não pode né......o legal é só "sentar a lenha" não é mesmo......criticar sempre é que é legal......

Como sempre digo......a palavra "ELOGIO" parece não existir no dicionário de certas pessoas......o prazer de só criticar é inenarrável......elogiar não tem a minima graça né.......rsrsrs

Roberto Machado (05/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

RESPEITE OS PERDEDORES.

Efetivamente não da mais para você tentar acompanhar as corridas realizadas no Hipódromo da Gávea.

Além de ser um jogo extremamente difícil de se acertar, agora temos ainda a figura de um "locutor" que adora tripudiar aqueles apostadores que não acertaram no cavalo ganhador quando ainda faltam cerca de 100 metros para a chegada.

Hoje chegou ao delírio de narrar "AI LEO CURY ESSE VOU GARANTIR SÓ VÃO PEGAR NA DUCHA E AINDA POR CIMA ENSABOADO", com o cavalo vencedor cuidado pelo sempre eficiente treinador Leo Cury que não precisa de elogios, pois todos sabemos de sua capacidade profissional e moral.

Senhores membros da Comissão de Corridas, por favor avise ao cidadão que corrida de cavalo é um JOGO e sendo JOGO tem que respeitar os perdedores.

BASTA DE BRINCADEIRINHA, POIS TAL NARRAÇÃO SE TORNA MASSACRANTE COM ESSE DEBOCHE COM OS JOGADORES PERDEDORES DO PÁREO.

Grato

Roberto Machado

Pasqual Evangelista (05/12/2016) - Valinhos/SP

RETIRADA ATUAL QUINEXATA

Um cálculo aproximado com os dados das corridas do dia 05/12 mostram a seguinte distribuição no Valor arrecadado no dia

40% para os acertadores

40% retirada para JCB

20% acumula para próxima reunião.

Uma pergunta. O Imposto de Renda é descontado na fonte?? O premio é livre de impostos???

Pasqual Evangelista (05/12/2016) - Valinhos/SP

PMU -

O apostador está perdendo e muito veja por que

Em 13/9/15 ganhei sozinho uma Quinexata com 4 pontos e ganhei R$ 38.762,00. Nesse dia estava acumulado R$219.000,00. Acumulou para o próximo dia o valor de R$ 19000,00 (R$238.000,00)

No sábado, dia 03/12/16 foi pago um premio de R$ 14.891,16. Estava acumulado $ 408.000,00. Acumulou para o domingo R$ 7000,00 (R$ 415;000,00)

Tomando o valor acumulado como referencia

Em 2015 ganhei 17,7% e acumulou 8,7% 

Agora ganharam 3,6% e acumulou 1,7%

COMISSÃO DE CORRIDAS. favor verificar se esses valores são corretos. Será o JCB ou a PMU que aumentou tanto a retirada da QUINEXATA ??????

Tantas corrupções na vida pública nos obriga a desconfiar de algo que tem pouca transparência como é o controle do logo de corridas de Cavalos.

Paulo Gama (05/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

AGRADECIMENTO

Gostaria de agradecer as postagens de Eduardo Pessoa Naufal e de José Luiz Lobo, com elogios as duas crônicas escritas esta semana. Na verdade, a amargura e o sentimento pela perda de amigos do meio turfístico, pessoal e profissional abalaram demais a gente. São pessoas que você se acostuma a conviver e admirar na rotina do dia a dia. Mário Sérgio, Victorino Chermont e Paulo Julio Clement eram homens de bem. Certamente não mereciam morrer em circunstâncias tão trágicas. Infelizmente durante a vida, nos acostumamos com a dura realidade de que não existe justiça nas fatalidades. Parece que viver é uma roleta russa. Ela gira, dispara e alcança quem estiver pela frente. Obrigado pelas palavras gentis de ambos para duas crônicas que eu confesso jamais gostaria de ter escrito.

Arthur Stern (05/12/2016) - Qingdao/CH

Prezado amigo Antonio Claudio,

Mesmo tardiamente venho a este espaço registrar uma pequena homenagem ao Victorino, citado em seu comentário. O nome do Victorino na lista de passageiros do voo que caiu foi um choque para mim! Estava voando de Qingdao para Shanghai no momento da queda da aeronave na colômbia e logo que cheguei, ao começar a me deparar com as notícias da queda do avião que transportava o time da chapecoense, obviamente a tristeza pelas vítimas do acidente ficou grande. No entanto, não imaginava que nas atualizações seguintes das matérias veria o nome do Victorino entre as vítimas.

Victorino me foi apresentado no clube pelo especial amigo Luca, hoje comissário de corridas do JCB, bom amigo que pude fazer no JCB e amigo de longa data do Victorino.

A partir daí, encontrava o Victorino com muita frequencia no clube e conversávamos muito. Depois do terceiro ou quarto páreo, a maior barbada do mundo era encontrar o “Vitu” no bar do Victoria assistindo aos páreos nos sábados ou domingos nos quais não estava trabalhando. Pessoa fantástica, inteligente e afável! Estava sempre interessado no que estava acontecendo com o JCB, com o turfe, tentando contribuir de alguma maneira. Conversávamos sempre, ele me perguntando sobre o turfe e o JCB e eu querendo saber as últimas do nosso Flamengo!

Certamente o bar do Vitória perdeu grande parte de sua graça ao perdermos o “Vitu”! Há algum tempo não o encontrava devido minha mudança para fora do Brasil, mas a lacuna que ele deixa no clube é grande! Esperava encontra-lo no fim do ano em alguma visita ao clube mas infelizmente não será possível. 

Espero agora que o JCB possa organizar uma homenagem à altura do seu sócio ilustre que infelizmente entrou naquele avião, no voo mais absurdo da face da terra, cuja matemática desafia até mesmo quem está aprendendo a somar!

Que a família tenha o conforto possível neste momento, especialmente o “Vituzinho”!

Grande abraço,

Arthur

Ernane Aurelio de Sousa (04/12/2016) - João Pessoa/PB

Gostaria de registrar minha indignação. Depois de fortes chuvas na madrugada de sabado pra Domingo. O penetrometro marcou EXATAMENTE 4,8. O Pluviometro atingiu 28mm. Em outra ocasião foi divulgado no Site oficial do JCB, caso o pluviometro fosse maior que 9,0 seria automatica a mudança de pista. Todos nesse momento em duvida sobre a raia. Isso é falta de profissionalismo e um grande desrespeito ao turfista.

Artur Martins (04/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Gostaria de elogiar o programa de entrevistas da Maria Teresa Morgado. Além de entrevistar os jóqueis (que sempre são mais espontâneos que treinadores e outros profissionais do Turfe), a Maria Teresa também mostra conhecimento e emite opiniões relevantes e, principalmente, sinceras sobre os cavalos por ela comentados. Parabéns pelo trabalho e que o mesmo seja continuado com mais entrevistas. Infelizmente, o único jóquei entrevistado essa semana tem poucas montarias é só comentou as de sexta-feira.

Leo Friedberg (04/12/2016) - São Paulo/SP

Torço pelo sucesso da PMU, assim como da Codere, pois com isto, o MGA dos Hipódromos Brasileiros poderão subir.

Neste Leilão da Venda Total do Plantel do Hs dos Girassóis do próximo dia 15, após o Cristal que se encerrará as 19:30h, não poderemos esperar até as 21:30h correrem m ais 4 páreos do Chile para iniciar, por isto que já noticiamos e até foi colocado no Catálogo que estaremos inicialmente passando filmagens dos páreos e dos animais e vendendo o 1* lote as 20h em ponto (até para dar tempo dos turfistas do Cristal e de outros lugares chegarem aonde querem assistir o evento ou pelo www.jockeysp.com.br ou pela TV Jockey SP NET e Parabólicas ou até no www.proturfe.com.br -aonde estará o Banco de Vídeos ou ir na TV Jockey SP 3* andar, Cocheira 42 Tarumã ou ponto no Rio que estamos esperando a proposta do amigo e grande turfista Ale para divulgar) 

Portanto nada contra PMU apenas que os públicos que vão jogar estes 4 páreos do Chile até as 21:30h e o que tem interesse neste bom Leilão de ótimos animais que estaremos vendendo o 18lote as 20h-são distintos

José Luiz Lobo (02/12/2016) - Curitiba/PR

Estimado Paulo Gama. Meus parabéns, mais uma vez, por mais um brilhante texto, desta vez a respeito de sua amizade/convivência com estes 3 profissionais do Jornalismo, que muito cedo nos deixaram. Texto emocionado e emocionante, retratando de forma clara, a atuação e importância destes homens que muito fizeram pela profissão que escolheram. Parabéns.

Francisco Rodrigues (02/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Sr. Márcio. 

Com o acordo com a PMU já está disponível caixa para o tão esperado aumento de prêmios. Só falta querer isso que me foi passado, não sabendo o porque da demora. 

e sem prejuízos para o clube. 

Grande abraço.

Luiz Antonio Molleta (02/12/2016) - São José dos Pinhais/PR

Meu Deus.....

Na minha opinião, a decadência da criação de cavalos de corrida fica delineado na apresentação das matrizes e suas respectivas crias, quando da liquidação, em alguns leilões. Que judiação...

Aveia e alfafa ainda existe...

Márcio J.R.Oliveira (02/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Boa noite sr. Mário Veloso, peço desculpas ao sr. por não te-lo feito atingir o foco principal da matéria que foi:

1- A perda de emprego direta e indiretamente dos profissionais ligados aos studs citados.

2-alternativas para uma possível melhora nos prêmios aos proprietários,sem que o JCB precise aumentar as despesas para tal.

3-Que não deixem o turfe acabar.

Prometo ao sr.que da próxima vez falarei com mas clareza para que possa ser entendido.

Sou fã incondicional do Rubinho Barrichello.

Eduardo Pessoa Naufal (01/12/2016) - São Paulo/SP

Prezado Paulo Gama,

sou leitor frequente do Raia Leve e seu ,parabenizo por seu artigo(29/11/2016), que faz uma reflexão sobre o sentido da vida

Os seres humanos se distinguem dos demais seres, por serem os únicos a buscarem sentido para suas vidas.

Esta distinção, faz que estes sejam responsáveis por seus desígnios, exercendo seu livre arbítrio e desenvolvendo a humanidade, conectando passado, presente e futuro.

Isto faz que " OS SERES HUMANOS SEJAM A CONSCIÊNCIA DO MUNDO’, razão suficiente para buscar maior compreensão ,entender e colaborar com a natureza e procurar melhorar a qualidade de vida individual e coletivamente.

Jose Antonio Barros (01/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Sr Pasqual, eles estão cortando até páreos da Gávea, nem confirmação esperam, uma vergonha, um total desrespeito aos turfistas, esses que assinaram o acordo nocivo com a pmu, com certeza devem ser da turma do Lecca, que gosta muito de tenis e odeia o turfe, e ainda falavam da codere, mil vezes ela que essa nociva pmu.

Pasqual Evangelista (01/12/2016) - Valinhos/SP

PMU - QUE PORCARIA

Será que o JCB vai continuar permitindo que a PMU continue usando e abusando da sua parceria.

Terminou de correr o segundo páreo do JCRGS. Faltam 12 minutos para correr o páreo de Aqueduct e a TV muda para esse hipódromo em total desrespeito ao apostador que fez seu jogo no JCRGS.

Não tem lógica. Analisem os movimentos dos dois hipódromos. Melhor seria o JCRGS deixar de participar desse simulcasting .

Após o segundo páreo os movimentos

JCRGS - R$ 129.253,94

AQUEDUCT - R$ 17.373,16

A TV voltou a transmitir do JCRGS faltando apenas 6 minutos para correr o 3.páreo.

Mario Veloso (01/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

A LA BARRICHELLO

Sr. Márcio J.R.Oliveira

Noticia veiculada em 30.11.2016

Dois grandes stud estão encerrando as atividades ? STUD TNT e STUD ALVARENGA ?

Notícias de matinais ? Mesmo ? Quando será isso ?

Carlos Ferreira (01/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Prezados,

Comentário sobre os marcadores e seus seguidores.

Sou leitor assíduo do Raia Leve. Quase todos os dias acesso o site, discordando ou concordando com o que nele é publicado dentro do espírito democrático a que se propõe, emitindo muitas vezes as minhas opiniões, que, dentro do mesmo espírito, são aceitas ou não pelos demais leitores.

Porém, uma coisa me intriga entre muitos desses últimos. É a dependência dos marcadores que na TV, em blogs ou em sites diversos dão seus palpites sobre os animais vencedores e demais colocados em cada reunião, ficando irados com os erros dos mesmos, como se eles tivessem a obrigação de acertar sempre.

Não tenho nada contra esses profissionais que marcam nas corridas. Ao contrário, respeito muito todos eles e o trabalho que fazem, pesquisando e dando tratos à bola de modo a atender da melhor forma possível os seus seguidores, proporcionando-lhes algum lucro com as suas indicações.

O que me intriga, no entanto, é a aparente falta de imaginação de tais seguidores, que não curtem, ao meu ver, o maior prazer que existe no jogo das corridas de cavalos que é o de pegar a revista ou o retrospecto na internet na quarta feira, e, utilizando apenas as suas observações nos páreos vistos na TV ou no hipódromo e os seus conhecimentos, nos dias de corridas, ganhar ou perder às custas dos mesmos. Não sou um jogador compulsivo nas corridas. Para mim, o turfe é muito maior do que o jogo. Porém, no jogo, o maior prazer que sinto é acertar uma acumulada de três vencedores no duro apenas com as minhas marcações. Tenho muitos anos de amante das corridas de cavalos, mais de 60, porém me lembro muito bem do dia em que acertei três no duro estudando a Vida Turfista e, com o lucro, comprei o meu primeiro cavalo em um leilão, que infelizmente nunca correu pois quebrou nos treinos quando ia estrear.

Sds.

Miguel Barros Camara Leão de Souza (01/12/2016) - Rio de Janeiro/RJ

SOBRE INFORMAÇÕES E NEGATIVAS

Depois de ler várias mensagens e opiniões sobre os temas, acredito que por incrível que possa parecer todos que se manifestaram possuem uma parcela de razão em seus argumentos. A busca por rateios melhores são válidas desde que feitas com base e observações pertinentes. O mesmo vale para os possíveis fracassos de animais bem apostados numa determinada reunião. Todos nós que marcamos em blogs ou sites oficiais ligados ao turfe temos fases boas e fases ruins. Existem momentos que ao estudarmos um determinado páreo, pensamos que sairá de uma forma, num ritmo mais intenso ou não e nem sempre as coisas surgem como esperamos. No meu caso procuro muito ver o momento do cavalo, assim como ir ao Hipódromo para ver de perto o comportamento dos animais antes de irem para o galope de apresentação. Quando todos nós que fazemos as indicações nos dias de corrida, não estamos de posse do peso físico de determinado animal naquele dia e muito menos temos o cânter para uma observação final. Con heço o Italiano e sei que o intuito dele é sempre de marcar aquilo que ele acredita que possa vencer. Erros e acertos fazem parte de todos nós que indicamos horas antes dos páreos. Quanto ao fato de cometer erros de português não chega a ser fundamental num contexto turfístico. Entretanto, sou obrigado a concordar com a crítica feita pelo Sr Renato em relação a forma pejorativa que foi tratada o profissional Gabriel Souza. Foi uma declaração infeliz que poderá conter uma retratação do xará em seu próximo comentário. Errar negativas ou no meu caso o ALERTA DO LEÃO fazem parte e não necessariamente significam um desprezo a um determinado profissional. Se sabemos que apenas 30% dos favoritos vencem numa reunião (como salientou perfeitamente o Sr Antônio Moura), não vejo mal algum em destacarmos um possível fracasso de um animal bem apostado numa determinada prova (desde que feita com base e sempre para um animal bem amparado nas apostas). Quanto ao Sr. Roberto Junior que é fiel seguidor do Italiano e que costuma acertar boas informações! com as suas dicas, que assim deva continuar com sua fidelidade turfística. E o Sr. Renato que se mostra vigilante em suas críticas, também não vejo problema algum de ficar conferindo as marcações de todos blogueiros e se manifestando neste espaço democrático, desde que de uma forma educada e justa. Em suma, todos os três que se manifestaram possuem bons argumentos em seus textos e buscam como eu um turfe melhor e mais transparente. 

Abraços a todos e boa sorte para as próximas corridas.

Miguel Leão

Antonio Moura (01/12/2016) - Niterói/RJ

UMA NO CRAVO, OUTRA NA FERRADURA!

Experiência própria, reunião por reunião, sei que a média de favoritos que prevalecem ao cruzar o disco, está numa faixa um pouco acima dos 30% e raramente atinge ou ultrapassa os 40%.

Daí a minha preferência por terceiras e quartas forças - que quando prevalecem dão margem a recuperação do prejuízo; daí também a minha concordância com a metodologia do sr. Miguel Italiano, sempre buscando os melhores rateios para o seu público.

Por outro lado, a negativa de animais é algo controverso, eis que fere o brio de profissionais, do cavalariço ao treinador e a compreensível susceptibilidade do proprietário que zela e mantem financeiramente os seus animais - sempre na tentativa de obter o melhor resultado possível.

O que, na verdade, pretendo enfatizar é que, diante do manifesto direito de expressão de cada um, isto possa ser feito sem ufanismos e dentro dos padrões de excelência do moderno jornalismo esportivo. As diferenças, quando envolvem ética e retilíneo proceder, devem ser dirimidas com a elegância própria dos verdadeiros e legítimos homens do turfe. Foi isto, acima de tudo o mais, que me trouxe para o Jóquei Clube Brasileiro um pouco antes das minhas quinze primaveras. Por favor, cavalheiros...

Antonio Moura










12.742

12.844





















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Fazenda Eldorado

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud 13 de Recife

Stud Beto e Fafa

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Mengão 1981

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Sergio Barcellos

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud TNT

Stud Turfe

Stud Wall Street

  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês