Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Magique - Sinval Domingues de Araujo

Infinit Hill - Sinval Domingues de Araujo

Vizir de Bagé - Sinval Domingues de Araujo

Jurong - Stud Catilena

Carlos Galopito - Stud CHA

Jurong - Stud Catilena

Magnetita - Haras Planície

La Martina - Haras Planície

Jurong - Stud Catilena

Nhati - Sinval Domingues de Araujo

Alpine Point - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Jad Rafaela - Coudelaria Jessica

Bullfighter - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Florismundo - Haras The Best

Oregon Pine - Stud São Francisco da Serra

Paint Naif - Stud São Francisco da Serra

Best From Intimate - Stud CHA

Torpedaço - Haras The Best

Cana de Punta - Haras Iposeiras

Chelsa - Haras The Best

Rothschild - Sinval Domingues de Araujo

Ogiva Emblematica - Sinval Domingues de Araujo

Magique - Sinval Domingues de Araujo

Make My Day - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Nhati - Sinval Domingues de Araujo

Mitológico - Haras The Best

Vira Virou - Sinval Domingues de Araujo

Guess Who - Haras The Best

Virtual Combat - Haras The Best

Fantinato - Haras The Best





Neste espaço são publicadas as manifestações dos nossos leitores.

O RAIA LEVE acolhe opiniões sobre todos os temas ligados ao turfe.
Reserva-se, no entanto, o direito de rejeitar ofensas, acusações insultuosas e/ou desacompanhadas de documentação. Eventualmente, os e-mails poderão ser checados. O site não tem o compromisso de publicar todas as mensagens recebidas. A publicação, quando ocorrer, se dará na íntegra ou parcialmente, privilegiando-se os trechos mais relevantes.





Setembro | 2014

Marco Antonio Santos (02/09/2014) - Niteroi/RJ

O espaço público não é extensão das nossas casas, mais uma das mazelas do turfe nacional !

Christian Sharp (02/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

Com esta noticia publicada na coluna do Ancelmo Gois , como ficará o estacionamento do Victória ,a pista de skate e a futura piscina ?

E o prédio do centro como se encontra a licitação para as obras ?

Coitado do plano de obras anunciado por sete cornetas .

E os sócios pagando a conta , coitados .

Quanto aos prêmios , silencio . Coitados dos proprietários,criadores e profissionais.

Abraços

José Vecchio Filho (02/09/2014) - Porto Alegre/RS

Atenção FAVORITO !

Pena que o mediador ’cortou’ a melhor parte de minha resposta anterior, tu irias adorar, pois ela te enquadraria no devido lugar dentro do cenário do Turfe.

Não adianta invocar pra mim teus 50 anos de Turfe, eu tenho ’só’ 14 de vida política no Clube e já sou Presidente pela segunda vez. 

Não me importo de falar da minha vida profissional para que todos me conheçam, homens públicos, aqueles que se dispõem a gerir o que não lhes pertence, não podem se esconder na trincheira do secretismo pessoal, quem não deve não teme !

É bom que todos saibam quem sou e o tipo de cidadão que dirige o Jockey Club do RS; aliás, o simples fato de ter sido aclamado para duas gestões fala por si só.

Quem sabe não adquires um título e concorre para testar teu ’prestígio’ ? 

GIBA WERNER, sei que estás magoado com teu exílio turfístico (vais perder o desafio do século Ricardinho x Baze no Cristal); indignado porque demiti um funcionário que até lavar teu carro aos sábados no Jockey - no horário de expediente - lavava; enfim, tens toda razão de estar ’babando’ contra as medidas que adotei, todavia, não estou no Turfe para fazer amigos, mas para ajudar a reergue-lo e quem estiver no caminho será afastado.

Não leve para o lado pessoal, o exílio político é necessário para teu próprio bem, afinal, se o Hipódromo do Cristal está tão mal quanto propagas, seria um sofrimento pra ti frequentá-lo e remoer os tempos de glória.

Fique com as lembranças do passado, deixe que trabalhe o hoje e construa o amanhã !

Cyro Queiroz Fiuza (02/09/2014) - São Paulo/SP

Muito interessante a matéria publicada ontem no La Nacion, de autoria do jornalista Julio Guimaraes, intitulada "Una usina de ideas para el turf", que trata do confronto entre Jorge Ricardo e Russel Baze, previsto para o dia 18 de setembro, no Hipódromo do Cristal (segue o link abaixo) 

http://www.lanacion.com.ar/1723395-una-usina-de-ideas-para-el-turf

À certa altura, o autor escreve que o "Cristal es un hipódromo chico con ideas de grandes".

E eu aqui, pensando em todo o poderio econômico de centros vitais como São Paulo e Rio de Janeiro, chego à conclusão de que:

"Cidade Jardim y Gávea son dos hipódromos grandes con ideas de chicos"

Mario Veloso (02/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

BOMBRIL

Para a recuperação da BOMBRIL e cumprir a determinação da Justiça taxa extra nas contas dos sócios não turfistas que se beneficiariam com o estacionamento, tirar da receita do JCB é que esta errado, OU:

O administrador trapalhão que mexeu onde não deveria, assumir as contas e conserto da cáca.

Gilberto Werner (02/09/2014) - Porto Alegre/RS

MEU PAI TINHA RAZÃO

Meu velho pai - turfista nos Moinhos de Vento na década de trinta/quarenta - frequentava o ¨pradinho¨ dos Moinhos de Vento junto com meu tio Márcio engenheiro e diretor da ¨Caixa Dágua dos Moinhos de Vento¨. Iam os dois de gravata e chapéu, como todos daquela época, aos sábados e os domingos às careirras no hipódromo. E tiveram as mesmas emoções iguais às minhas.

Sinal dos tempos dizia meu avô - ¨caldo de galinha e chá bem quente não fazem mal à ninguém¨ repetia meu velho pai. Se davam muito bem os três embora meu avô não fosse um turfista assíduo era amigo de Cneu Aranha presidente do JCRGS em 1945. O dr. Cneu era irmão de Osvaldo Aranha - ministro de Getúlio Vargas - e era amigo do meu avô e vizinhos no mesmo bairro. Lembro do meu avô visitando o dr. Cneu em seu ¨palacete¨ cinza da rua Santo Inácio nos Moinhos.

Mas o legado que deixou-me meu pai foram muitos os conselhos. Tinha um que jamais esqueci. Aquele que falava assim: ¨MEU FILHO - QUEM NÃO DEVE NUNCA PRECISA DAR EXPLICAÇÕES¨.

Ah! meu pai que saudades eu tenho de ti! Do ¨pradinho¨da rua 24 de outubro e daquela gente de lá! Eram outros os tempos - eram outras as pessoas. Tinham aquilo que foi esquecido agora: tinham caráter.

Ronald de Carvalho (02/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

Ao se iniciar praticamente o ano hípico, o treinador Mário André já desponta como um dos mais ganhadores em SP. Se não bastasse sua inegável competência na arte do treinamento de cavalos de corrida, Mário André se destaca por um caráter meritório há muito esquecido no Brasil: educação e inteligência. Já é hora dos grandes criadores e proprietários do país o olharem como um dos grandes baluartes da difícil e árdua profissão de treinador. Com menos 20 quilos, então. seria covardia... Vamos lá, Mário, é a tua hora!

José Vecchio Filho (02/09/2014) - Porto Alegre/RS

Acusou o golpe GIBA WERNER !

A bem da verdade, esclareço que fui convidado pelo ex-Presidente da Comissão de Corridas da época - falecido Cel. Valdo Marques - para ser comissário, todavia, como não era sócio, não pude, assim, ser nomeado e empossado (art. 53, II, do Estatuto do Clube). Frequentava a CC, as vezes, para ver meus amigos que lá atuavam, mas não fui diretor de nada na ’tua desastrada gestão’. 

Naquela época o Presidente da Comissãode Corridas do JCRGS era eleito e o Cel. Valdo rompeu com o Presidente do WERNER, tendo o Cel. Valdo Marques apoiado e trabalhado pela candidatura do Ministro Cirne.

Me associei na gestão do Min. Cirne Lima, juntamente com o Flávio Obino Filho, e meu pedido de sócio foi abonado pelo próprio Cirne e pelo me sócio no escritório Carlos Araújo.

Meu ’estadão’ e sucesso são fruto de uma advocacia séria e aplicada, reconhecida em nosso meio, ao longo de mais de 17 anos. São aproximadamente 10 mil processos e 30 mil clientes !

Fabio de Freitas (02/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

A pedido da família, participo aos leitores do RL o passamento, no exterior do funcionário público federal aposentado, turfista e musicólogo Marcos Antonio da Silva.

Homem incorruptível, de caráter vertical, Marcos Antonio deixa legado de coerência para seus familiares e poucos e bons amigos.

Avesso a certos temas, como o amor entre iguais e o puxa-saquismo em geral, Marcos Antonio por vezes se tornava implacável, mas jamais perdia o bom humor, salvo diante de agressões ao seu amado América F.C., à sua família e ao se deparar com bandalheiras em geral. Nessas ocasiões, por diversas vezes fez valer seus pontos de vista com os próprios punhos, faixa preta de caratê que era.

Em breve retornarei a este espaço com notícias sobre data e local de celebração de missa em intenção da alma querida de Marcos Antonio

Mario Veloso (02/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado Sr. Josue Lacerda

Compreender os animais é na sua grande maioria de vezes bem complicado, de hora para outra eles viram ou mesmo em razão de algum problema físico simplesmente deixam de ser o mesmo animal que eram ou de vezes para outra abrem carreiras e começam a nos surpreender com performances de encher as vistas.

exemplos:

- Tartan Hall (não é hoje nem de longe o que era faz pouco tempo) 

- Plenty Of Kicks (teve contra-tempos e teve que dar por encerrada a campanha)

- Dono da Raia e Xin Xu lin, o que dizer?

- Bal a Balli (pode ser que nunca mais venha a ser o mesmo, torço para que se recupere)

Veja hoje as campanhas da Emerald Fire e do Comandante Dodge agora que foram para as mãos do D.Guignoni, muito embora o treinador anterior seja também muito bom.

são muitas as variáveis, tudo pode mudar de momento para outro.

Uma coisa posso te afirmar com plena convicção; o treinador do Farrier certamente esta queimando fosfato para descobrir algum problema se é que possa estar havendo algum.

espero ter colaborado

grande abraço

Gilberto Werner (02/09/2014) - Porto Alegre/RS

DIREITO DE RESPOSTA

Sempre ouvi dizer ¨que o papel aceita tudo¨! Quando um elemento da característica desse Vecchio vem aqui neste site ofender e lançar o seu ¨visgo¨ venenoso - sua palavras infundadas e daninhas como a sua mente - me surpreende que são ainda publicadas e lidas e ainda aceitas por aqueles que desconhecem a realidade.

Ese Vechio FÊZ parte da Diretoria que ele mesmo afirma ¨a turma que negociava e se apropriava do dinheiro¨ - estava falando dele mesmo - porque PERTENCEU aquela diretoria até 1998 quando ¨bandeou-se¨ ( e talvez por vislumbrar algum lucro) para a diretoria que assumiria o JCRGS a partir de junho de 1998.

Nossa diretoria - 1995/1998 - implantou o ¨Barra Shopping Sul no Jockey Club do RGS - a minha área de ¨marketing¨ foi a responsável juntamente com o presidente Jair do Santos Rodrigues que o Vecchio ¨cansou¨ de chamar de ¨doutor¨ naquela época.

O que surpreende agora que este mesmo cidadão - bem mais gordo fisicamente e na sua conta bancária em pouco tempo - venha aqui lançar ¨duvidas¨ quanto à obras em meu apartamento. Possuo vários imoveis, inclusive em Shopping em Recife deixado por herança de minha mãe. Não seria ¨obras do JCRGS¨ que iriam beneficiar meu patrimônio particular. O que realmente desejo saber ¨senhor¨ Vecchio é QUANDO o JCRGS vai começar a receber estes valores declinados aqui e PARA ONDE vão as cocheiras da Vila Hípica quando a Multiplan RECLAMAR o seu direito??!!

Josue Lacerda (02/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

O que foi que fizeram ao Farrier ? Por favor, que alguém aqui me dê uma explicação cabível..

É com imensa tristeza que vejo um animal que se denotaria extraordinário terminar, sem uma explicação cabível, nessas condições.

A não ser que nós turfistas não tenhamos acessos a "determinados" conhecimentos que ocorrem dentro do hipódromo da gávea que a nos os humildes jamais chegarão...

Eduardo Pinto (01/09/2014) - Fortaleza/CE

Boa noite, Sr. Emilio!

Sobre a raia de areia, realmente houve uma melhora, mas achei que ainda não tinha sido concluída a reforma, porém acho que a mesma não tem a qualidade de C.Jardim. Enfim, se reformaram, parabéns. Quanto a transmissão, os que fazem a mesa são muito baé bons. Falava da transmissão do páreo, que acho bastante precária.

Mas reitero os parabéns a excelente administração do Sr. Vecchio.

João Fernandes (01/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

Reparem os Senhores, ITABUNA (9 páreo),correu 20 vzs hj virou craque, isso é o que se chama de preparar um craque....

Parabéns, vlwwwwwwww

Boa noite.

OBS: enganou a todos..

João Fernandes (01/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

Boa noite a todos, especialmente para o Sr MOURA

1- Carlos Lavor melhor j. sem comparação

2-Narrador das provas preste mais atenção , vem empurrado por que , ganhou o páreo fácil

3--Não estou criticando a sua narração , acho vc um excelente narrador, mas cuidado com suas colocações.

4 Desculpe alguma coisa a mais a verdade sempre aparece.

Boa noite. (7 páreo).

Emílio Borba (01/09/2014) - Bagé/RS

Sr. Eduardo Pinto.

A respeito das considerações que o Sr. fez a respeito do JCRGS, provavelmente o Sr. não deve estar assistindo as corridas hoje em dia. A raia nova esta um show, nuvem de poeira não há mais, a transmissão de TV no meu ponto de vista é muito boa no comando do AÍrton, junto com Hermes e Jonathan. 

Em suma, parabéns a todos do JCRGS pelo grande trabalho.

Eduardo Pinto (01/09/2014) - Fortaleza/CE

Dr. Vecchio, boa tarde!

Primeiro parabéns pela ótima administração que vem realizando no JCRGS. 

O que dar para percebermos é que o Sr. é de longe o Presidente mais compromissado em melhorar o turfe no seu hipódromo.

Permita-me fazer algumas perguntas sobre as corridas do Cristal:

1. quanto ao estado da raia de areia, alguma previsão de melhora? tem páreos que não consigo enxergar, devido a nuvem de areia que se forma.

2. photochart?

3. transmissão?

Desde já agradeço a atenção!

Marco Menegotto (01/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado Marcelo Almeida,

A sua observação em relação a vitória ontem de nosso cavalo Agua de los Campos, no que se refere a análise da estreia e da segunda corrida, é muito boa.

O cavalo tinha trabalhos bons sem ser nada demais para estrear, tomou a frente guerreando, na entrada da reta foi dominado ficando meio espremido e seu jóquei, vendo que não mais ganharia e para não judiar do animal estreante, optou por abandonar o páreo. Entretanto, disse que o cavalo tinha potencial e na volta, aguerrido, poderia até ganhar.

O cavalo melhorou um dia nos matinais depois da estréia, por isso optamos por deixá-lo correr sem fazer forfait mesmo com a mudança de raia, mas o mesmo se mostrou prego na areia.

De volta a relva, mostrou a sua contínua evolução e ganhou firme.

Na sua análise quanto a tiro, não somos jogadores e muito menos o treinador o é, o nosso prazer é cruzar na frente, independente da pule.

Sei que uns gostam e outros não de determinados jóqueis, e cada um tem seus motivos. Sem entrar no mérito, aproveito para dar parabéns ao seu xará pela direção segura e enérgica dada no potro, e também ao treinador J.C. Sampaio e equipe pela excelente apresentação do cavalo.

Abs.

Ivor Lancellotti (01/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

Olá Raia Leve , foi uma pena acabar o concurso de prognóstico nesse site. Dali tirávamos grandes e certeiros estudos dos verdadeiros estudiosos das corridas.

Gostaria muito que voltasse esse concurso , até mesmo sem premiação, mas para incentivar um pouquinho eu pagaria do meu bolso trinta reais em uma acumulada qualquer , pelo teleturfe para poder ter a confirmação, ao vencedor da semana para apostar na semana seguinte. Eu pagando estarei me beneficiando com boas dicas.

Estudem essa proposta.

Abraços em todos do Raia Leve

Paulo Marcio Saudino (01/09/2014) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

Graças a Deus não sou o único a ver essas barbaridades que vem sendo cometidas. Um abraço para os que ainda enxergam.

José Augusto Seabra Sales (01/09/2014) - Brasília/DF

Caríssimo Fábio Câmara,

Só eu sei como é a lutar para inversão de pauta do Turfe Brasileiro, incluo que a revitalização pretendida por todos nós não pode deixar de lado a participação dos “PEQUENOS PRADOS”, bem como, lutar para que possamos regularizar juridicamente criadores e proprietários.

Hoje a estrutura que o MAPA oferece para o Turfe é ínfima, excelentes funcionários, muito zelosos ao assunto, porem sem as condições materiais para prestarem os serviços com a eficiência e presteza que o momento delicado que estamos passando requer.

A Formação do Grupo de Trabalho do Turfe junto a Câmara Setorial de Equideocultura, na verdade foi uma necessidade naquele momento, e deveria ser utilizada somente como proposta de estrutura para revitalizar a atividade e posteriormente seguir em frente como uma Divisão específica para administrar esse importante agronegócio, pois o colegiado da Câmara deveria ser composto somente pelas entidades que representem as diversas raças e outras associações dos seguimentos, tais como: veterinários; medicamentos; controle sanitário; abatedouros, etc... Esse é o motivo que reafirmo a presença da ABCPCC ser única, o que está faltando à mesma é uma melhor disposição administrativa para representar corretamente o seguimento do PSI junto a Câmara. Fico sempre aguardando uma postura mais eficiente como sempre questiono ao Presidente nas reuniões do colegiado. 

Sobre a LBT, posso te afirmar que acompanho desde as primeiras postagens e telefonemas ao batalhador Alessandro e não fui aos encontros por recomendações médicas, pois como apaixonado e conhecedor ao fundo de nossas mazelas, me altero facilmente ao ver que as “coisas” não estão sendo levadas a sério por quem deveria fazer.

Torcendo sempre pelo aconchegante Hipódromo da MADALENA.

Meu forte abraço.

Cyro Queiroz Fiuza (01/09/2014) - São Paulo/SP

Esclarecedor e promissor o relato do proprietário e dirigente Fábio Câmara sobre os designíos da novel Liga Brasileira de Turfe. Como consultor de comunicação, pude acompanhar, no ano passado, o trabalho realizado pelo presidente da APFT, Alessandro Arcangeli, à frente desse projeto que tem tudo para ser a redenção do turfe brasileiro. Um projeto tão promissor e atual que, ao final da desastrada campanha da Seleção Nacional na Copa do Mundo, iniciou-se uma ampla discussão sobre os caminhos que o futebol deveria tomar, e uma Liga foi a primeira sugestão que surgiu a partir da movimentação de alguns dirigentes de clubes. Ora, se uma Liga serviria para corrigir defeito e desmandos do futebol, porque não teria a mesma funcionalidade para o turfe?

Sem me estender no assunto, fica aqui a minha torcida para que esse trabalho levado a efeito pelo Alessandro Arcangeli e demais dirigentes da LBT saia rapidamente do papel dos estatutos e entre em ação para, efetivamente, começar a corrigir as enormes falhas que ameaçam acabar com o turfe brasileiro.

José Vecchio Filho (01/09/2014) - Porto Alegre/RS

Só para esclarecer:

Na gestão do Pres. Gudole, da qual fui Diretor Jurídico, fizemos o melhor negócio da história do JCRGS, não vendemos, permutamos uma parte da área do hipódromo por área construída. 

Nesta permuta entregaremos a área onde hoje estão as cocheiras (vale aproximadamente R$ 38 milhões) e receberemos uma torre comercial, neste mesmo local e em meio a um condomínio de luxo, com 13 mil metros quadrados, escriturada em nome do Jockey Club, no valor de 70 milhões de reais, com aluguel garantido pelo empreendedor de 700 mil por mês nos primeiros 24 meses após a entrega.

Além disto, o empreendedor arcará com os custos da nova Vila Hípica na ordem de 16 milhões de reais. Serão 1.000 cocheiras, hospital novo etc. 

Esta torre comercial estará escriturada em nome do JCRGS e nos assegurará a mantença da atividade para o resto da existência de nosso Clube, permitindo-nos zerar as dívidas e investir em prêmios e serviços.

Reafirmo, o nosso "Grupo Político: Flávio Gomes, Cirne Lima, Flávio Obino, Obino Filho, Gudole e Vecchio" faz negócio e o dinheiro entra no caixa do Clube, revertendo em benfeitorias, como estão vendo. A turma do GIBA WERNER (diretor de Marketing) negociava e se apropriava do dinheiro.

Alguém sabe de alguma obra com o dinheiro do Shopping (Multiplan) feita na Diretoria do Gilberto Werner ? Só se foi no apartamento dele !

Marcelo Almeida (01/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

Essa coisa que se apelida de jóquei m.almeida nos 2 últimos páreos largou e acabou no primeiro páreo com o maior favorito do dia simplesmente não teve o mesmo T que coincidência.

Bonito tirambaço para o pessoal do Loucura Total estreou com um rateio não muito alto, ponteou voltou na areia nada fez e hj na grama largou e acabou, PARABÉNS BELO TIRO, podiam ter dado uma luz aqui no raia leve já que esteve escrevendo por aqui.

Marcelo Almeida (01/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

SE EXISTE PÁREO MOLE ACABAMOS DE ASSISTIR UM COM A COMPLACÊNCIA DESSA c.c. QUE CONSEGUE SER MAIS DESONESTA QUE OS POLÍTICOS BRASILEIROS.

Primeiro páreo de domingo a égua BIOGRAPHICAL grande favorita de devoluçao, teve seu jóquei trocado sai B. Pinheiro um aprendiz vencedor que simplesmente vai montar o maior azar do páreo, para colocar o m. almeida uma atitude extremamente suspeita levando em consideração que o aprendiz havia montado nas últimas duas vezes vencendo e chegando segundo na turma de cima.

Mas após o páreo ficou claro, o super vencedor m.almeida que infelizmente é meu xará simplesmente deu o MAIOR GALOPE largou mal na reta quando a égua se apresentou para passar ele simplesmente a desarmou para não passar de forma alguma a ISAISAM que havia chegado a somente 8 1/2 corpos e meio dela.

Ele conseguiu nem correr ela na frente.

O MÍNIMO QUE ESSE SUJEITO DEVERIA MERECER ERA A SUSPENSÃO POR NO MÍNIMO 120 DIAS.

Não só ele como o treinador pois com certeza essa troca tem o dedo do tb imaculado treinador.

Depois ninguém imagina os motivos do abandono desse antro de "pessoas do bem".

Francisco Rodrigues da Silva (01/09/2014) - Petrópolis/RJ

Sr. paulo marcio saudino.

Com 100% de certeza o joquei M almeida e correto na sua profissao.

Agora vamos aos fatos,Verboten na minha opiniao e so correr 1400/1500,que e barbada,passou disto reta grande eu nao jogo.dai eu no dia estava ate emprestando dinheiro para jogar no vencedor que foi ,UMAXIMO."estavam ao meu lado V LAHAS,THIAGO GUEDES’ que declinaram.

A egua favorita de domingo,quando ganhou nesta enturmacao estava de 52kg,vinha de um bom segundo na areia,perdendo para infusao de cafe note de 56kg,e a que ganhou,isa isam parecia craque.

E so correr com descarga,dos aprendizes,vamos aguardar.

O problema e que fazemos animais favoritos sem uma analise mais profundas confiando muitas vezes nos marcadores.

O problema e o efeito manada.

Grande abraco

Leo Friedberg (01/09/2014) - São Paulo/SP

Fiquei chateado ao ler que a LIGA não ia nem ter seu start, mas fiquei muito feliz ao ler por Fabio Camara que este importante segmento para o futuro do Turfe Brasileiro, segue com a chama acesa

Ivor Lancellotti (01/09/2014) - Rio de Janeiro/RJ

Minha gente boa do Raia leve , não é querer pegar no pé! mas a fase do palpiteiro de plantão é triste, não é possivél saber tão pouco assim das carreiras! onde vai parar isso ,nem placê acertam mais! a única coisa boa é que almenta os rateios das barbadas.

Abraços

Paulo Marcio Saudino (01/09/2014) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

Sr Francisco Rodrigues

Olhe novamente a direção dadá o jóquei M.Almeida ao franco favorito do primeiro páreo de domingo,só não tirou da dupla porque não dava. Foi o mesmo jóquei do Verboten. Será que há alguma coisa de errado?

Luiz Antonio da Silva (01/09/2014) - Nova Iguaçu/RJ

Corrido o primeiro páreo na Gávea: o animal favorito foi visivelmente contrariado pelo seu jóquei. Ele batia com a canhota e puxava a rédea com a direita.. .
















12.256

12.350

























  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês