Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Umbelievable - Sinval Domingues de Araujo

Energia Goal - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Time Is Money - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Selo Achaque - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Joe Mccartney - Stud Rotterdam

Jet The Hill - Sinval Domingues de Araujo

Lucky Winner - Sinval Domingues de Araujo

Gigante de Ouro - Sinval Domingues de Araujo

Vizir de Bagé - Sinval Domingues de Araujo

Kohinoor - Coudelaria Mont Blanc 2009

Jaboticaba Hill - Sinval Domingues de Araujo

Impasable Hill - Sinval Domingues de Araujo

Energia Hollister - Stud Capitão

Surf The Waves - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Jet Set Event - Sinval Domingues de Araujo

Eurozone - Stud Eternamente Rio

Ponto Negro - Sinval Domingues de Araujo

Ponto Pacífico - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Sheikra - Haras do Morro

Ultra Querida - Sinval Domingues de Araujo

Jet The Hill - Sinval Domingues de Araujo

Janet Jackson - Sinval Domingues de Araujo

Banana Nanica - Julio Cesar Ferreira Moreira

Joe Maccartney - Stud Rotterdam

Time Is Money - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Time Is Money - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Charles Aznavour - Stud TNT

First Night - Stud Eternamente Rio

Feia Que Dói - Stud Eternamente Rio

Ta-Maluca - Stud São Francisco da Serra






Neste espaço são publicadas as manifestações dos nossos leitores.

O RAIA LEVE acolhe opiniões sobre todos os temas ligados ao turfe.
Reserva-se, no entanto, o direito de rejeitar ofensas, acusações insultuosas e/ou desacompanhadas de documentação. Eventualmente, os e-mails poderão ser checados. O site não tem o compromisso de publicar todas as mensagens recebidas. A publicação, quando ocorrer, se dará na íntegra ou parcialmente, privilegiando-se os trechos mais relevantes.

O Raia Leve, depois de pedidos de leitores e deliberação da diretoria da ACPCPSI decide que além da checagem de CPFs e identidade virtual costumeiramente feitas, só publicará mensagens de internautas que respondam e-mail confirmando a identidade. Desta forma, a editoria do site pede aos internautas que respondam e-mail da associação com a máxima rapidez possível quando solicitados a fim de ter a liberação de seu comentário, bem como assegurem-se que o e-mail raialeve@raialeve.com.br esteja definido como um endereço que não seja encaminhado para a caixa de Spam.





Fevereiro | 2016

Nelson de Campos Pinto (12/02/2016) - Balneario Camboriu/SC

Realmente, não dá para entender a chamada para produtos de 2 anos na semana do Latino,1.200 areia e nada mais.

Thiago Godoy (11/02/2016) - Recife/PE

Como é que a diretoria e a comissão de corridas do JCB, que está preparando uma grandiosa festa para o GP Latinoamericano, faz uma chamada tão pífia destinada aos produtos de 2 anos ?

Uma única chamada, em 1.200 mts na pista de areia, é não querer que os proprietários inscrevam seus animais! Logo na pista de areia, tão desvalorizada em todo o ano turfístico, onde a melhor prova é (ou era para ser) as Delegações Turfísticas, que, hoje em dia, mais parece um pareo de claiming ! 

Infelizmente não consigo entender essas decisões !

Thiago Godoy

Sandro R.Vivaqua Rocha (11/02/2016) - Campos dos Goytacazes/RJ

Parabens,a Diretoria do Cristal a listagem dos medicados saiu no site,gostaria de deixar uma sugestao que é muito facil: Na hora da inscrição o treinador comunicar se o animal vai com a lingua amarrada,antolhos ,roseta e arminho para sair direto no programa como é feito em todo lugar...Acho que nao custa nada isso ser feito na hora da inscrição !!!

Sandro

Clodoaldo Griep de Lima (10/02/2016) - Pelotas/RS

É, como se diz aqui no sul, preteou o olho da gateada, São Paulo, com apenas uma reunião, páreos com 04, 05 animais e já com algumas deserções.

Nesse sentido, não vislumbramos qualquer melhora, ou seja, teremos que nos acostumar com apenas uma reunião semanal em SP, ou, o Cristal passa a ter mais uma reunião aos domingos, as quais, inclusive podem ser intercalados com o Curitiba de 15 em 15 dias, até porque, o números de animais em Porto Alegre é muito bom.

Sidney Morihiro Kanashiro (10/02/2016) - São Paulo/SP

Foram corridos hoje, 10 fevereiro, 11 pareos em hong kong com apenas sete vitorias de joqueis brasileiros, e ainda formaram 4 duplas, 4 vitorias do joao moreira e 3 vitorias do silvestre souza, ah se eu estivesse la, sairia com algum trocado, pois aqui no brasil esta dificil acertar um pareo quem sabe o joao moreira e o silvestre souza venham montar por aqui , talvez em sao paulo

Sandro R.Vivaqua Rocha (09/02/2016) - Campos dos Goytacazes/RJ

Bom dia,segue a retificação da pontuação ;

1) Lucas Eller = 8 pontos

2) Miguel Leão = 6 pontos

3) Julio Ponte = 5 pontos

5) André Cunha e Fernando Lopes = 4 pontos

6) Celson Afonso e Miguel Italiano = 3 pontos

8) Hermes Martins = 2 pontos

Classificação Geral após duas rodadas:

1) Lucas Eller = 15 pontos

2) André Cunha= 10 pontos

2) Miguel Leão = 9 pontos

4) Julio Ponte e Fernando Lopes = 8 pontos

5) Miguel Italiano = 7 pontos

7) Celson Afonso e Hermes Martins = 6 pontos

Como puderam observar, Lucas Eller fugiu um pouco na frente, mas nada está definido já que o percurso é longo.

Paulo César da Silva (09/02/2016) - São Paulo/SP

Vou aqui relatar um fato ocorrido sábado em cidade jardim,me reservo o direito de nao citar os nomes mas os fatos sao verídicos,um amigo meu ao chegar ao prado viu um parente de um determinado jockey fazendo uma aposta no Fast como ele conhecia esta pessoa ele perguntou se ele poderia mostrar o jogo e assim ele o fez,quando chequei no jockey este meu amigo me contou o ocorrido e eu fiz o Fast do determinado jockey,este jockey em um determinado páreo do Fast montava para um determinado treinador so que no Fast que ele fez ele nao colocou o seu cavalo que era favorito colocou outro que alias ganhou e ele fez. Segundo esse jockey so perdeu o Fast porque no deci mo páreo ele colocou 4cavalos para ganhar 1 3 4 9 so que ganhou o 2 e ele fez 5 pontos.ai eu pergunto e melhor estudar o retrospecto ou jogar por informação.e o treinador que preparou o cavalo favorito e deu para esse jockey montar como e que fica,isso e o jogo amigos.

Sandro R.Vivaqua Rocha (08/02/2016) - Campos dos Goytacazes/RJ

Turfistas, do Raia Leve

Tivemos mais uma semana envolvendo o Torneio dos Catedráticos.Foi seguinte a pontuação:

1) Lucas Eller = 8 pontos

2) Miguel Leão = 6 pontos

3) Julio Ponte = 5 pontos

5) André Cunha e Fernando Lopes = 4 pontos

6) Celson Afonso e Miguel Italiano = 3 pontos

8) Hermes Martins = 2 pontos

Classificação Geral após duas rodadas:

1) Lucas Eller = 15 pontos

2) Miguel Leão = 9 pontos

4) Julio Ponte e Fernando Lopes = 8 pontos

5) André Cunha e Miguel Italiano = 7 pontos

7) Celson Afonso e Hermes Martins = 6 pontos

Como puderam observar, Lucas Eller fugiu um pouco na frente, mas nada está definido já que o percurso é longo.

Até a próxima semana.

Sandro Rocha

Maria Teresa Brasil Morgado (08/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Amigos, 

Gostaria de saber como anda o torneio de marcações dos catedráticos! 

Sandro Rodrigues Rocha, você que estava nos informando semanalmente, poderia nos atualizar?! Aliás, gostaria de te parabenizar pela idéia de controlar os acertos dos nossos catedráticos... Está sendo fundamental para nós apostadores sabermos quais indicações seguirmos, principalmente com um betting 5 acumulado em quase R$300.000,00 para próxima sexta.

Obrigada, Maria Teresa Morgado

Miguel Barros Camara Leão de Souza (08/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Caro Mauro Roger

Sem querer polemizar, porque acredito que em grande parte da sua teoria você tem razão, quando mandei aquela mensagem anterior lembrava de alguns páreos que me vieram à lembrança que foram disputados recentemente. Como você citou o percentual de 78% entre os menos visados vencendo, tive a curiosidade de fazer um levantamento destas corridas da semana que passaram e me deparei com o seguinte quadro:

Animais que venceram que seus treinadores tinham mais de uma inscrição no mesmo páreo:

quinta feira = 04.02

 

a) EVERY TIME => era a mais apostada entre os três animais que R.Freira mandou à raia.

 

b) KEKO => era o mais apostado entre os três animais que J.Borges mandou à raia

 

c) ATTACK FORCE => era o mais apostado entre os três animais que C.Ricardo mandou à raia.

 

sexta feira = 05.02

 

a) EL BACAN => era o MENOS apostado entre os dois animais que A.Menegolo mandou à raia

 

b) SOLEIL ROUGE => era o mais apostado entre os dois animais que C.Rodrigues mandou à raia.

 

c) ÓPERA BASTILLE => era mais apostada entre os animais que D.Lopes mandou à raia

 

d) DUTSIE => era MENOS apostada entre as duas éguas que F.Borges mandou à raia.

sábado => NÃO TIVEMOS NENHUM CASO

Ou seja, o placar esta semana foi 5 a 2 para os mais apostados. Sei muito bem que pode ter sido uma semana atípica, mas também penso que quem deve cuidar da lisura dos páreos é a comissão de corridas e punir quando for o caso de manobras que visam ludibriar o público apostador. O problema para mim não reside exatamente em quantos números o treinador tem na prova, e sim como o resultado será obtido na pista.

E a polêmica continua, rs.

Abraço

Miguel Leão

José Flavio Garcia (08/02/2016) - Londrina/PR

Em liquidação.

O diretor presidente do JCSP, Eduardo Rocha Azevedo, convocou para o próximo dia 23 de fevereiro uma assembleia extraordinária para “deliberar sobre a alienação ou oneração dos bens imóveis do clube até o limite necessário à liquidação do endividamento contabilmente exigível a curto prazo”. Os imóveis em questão são o CT de Campinas, além de dois outros na capital ocupados atualmente, salvo engano, pela TOK&STOK e por um posto de gasolina BR. Vai também “deliberar sobre a alienação do acervo artístico e mobiliário que guarnecia a Sede Social da Rua Boa Vista, nº 280”. A maioria absoluta dos sócios (no mínimo 101 dos 200 necessários) decidirá a respeito. Num momento econômico delicado, lá se vão os últimos anéis para tapar o sol com uma peneira. Seria triste se não fosse trágico.

PS. Enquanto isso, pela segunda vez seguida as reuniões em Cidade Jardim estão resumidas aos sábados, com um número maior de páreos, embora quase todos vazios.

Mauro Roger (08/02/2016) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

Caro Miguel Barros.

No levantamento que você apresentou,nas sete provas em que treinadores correram animais com números diferentes,apenas dois mais jogados passaram na frente!

SETENTA E OITO POR CENTO DOS MAIS COTADOS NÃO CHEGARAM! 

Será que esta moeda tem duas faces ou com ela podemos jogar cara ou cara?

Claro,semana que vem pode ser diferente.

Me encarrego de fazer a estatística e depois voltamos ao tema.

Abs,

Mauro Roger

Luiz Antonio Molleta (07/02/2016) - São José dos Pinhais/PR

Homo Sapiens...

Parabéns ao Marcus Vinicius Lanza pela brilhante vitória deste animal no GP Piratininga, ao proprietário, criador e toda equipe.

Luiz

Miguel Barros Camara Leão de Souza (07/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado Mauro

A sua proposta é válida, mas tenho a impressão que levará do nada a coisa alguma. A grande questão é quantos páreos conseguirão ser formados sem o recurso de vários cavalos inscritos de um mesmo treinador com números diferentes?. Concordo que não devamos estabelecer conceitos antecipados sobre apenas um treinador, do contrário irá parecer que somente um profissional se utiliza deste recurso. Um bom exemplo foi a vitória da égua DOLEMITE na primeira prova da Tríplice Coroa que todos sabem pertence ao Haras Santa Maria de Araras e venceu com a farda do Stud Santa Maria. Ora, podemos dizer que foi armação para enganar o público apostador? A parelha que levava a chancela do Haras Santa Maria de Araras era composta por DAFFY GIRL e DOUBLE CARE..Na semana passada, o treinador Venâncio Nahid (suspenso) tinha dois cavalos inscritos no páreo: BEAUSEJOUR favotito de 1,70 e IVANHOE que foi o vencedor com rateio de 3.50): Na última quinta feira no último páreo o treinador C.Ricardo tinha três inscrições na prova e venceu o mais apostado entre eles (ATTACK FORCE). Outro caso recente, vitória de ELBACAN com rateio de 7.30, enquanto o favorito COMANDANTE DUBAI não formou nem a dupla. Ambos treinador pelo eficiente A.Menegolo. Na sexta feira no último páreo haviam duas inscrições do treinador Fabrício Borges (ABOUT FLAVIA e DUTSE) e Dulcino Guignoni também tinha duas inscrições (DARK FORCE e GEORGES ACTEON).. As menos apostadas de cada treinador formaram a dupla, enquanto as mais apostadas (que eram favoritas do páreo) não chegaram na quadrifeta. Na quinta feira no segundo páreo vingou a dupla do treinador Reginaldo Freire (EVERY TIME e BUTTERFLY BLUE) , sendo que a mais apostada e favorita da prova venceu. Como pode observar, citei vários casos recentes, que mostram as" duas faces da moeda", de vários treinadores diferentes. Por isso acredito que o importante neste tipo de situação é a observação da lisura em que são disputadas as provas, missão que cabe à Com issão de Corridas. Quanto a jogar os dados, algumas chamadas! realmen te merecem o uso de tal expediente

Um abraço e bom carnaval.

Miguel Leão

João Orlando Tomczak (06/02/2016) - Curitiba/PR

Senhores

Faltam 3 minutos para as 14 horas ( o primeiro páreo) e o site do JCSP ainda não divulgou as indicações para o dia. É uma vergonha. Tem que fechar mesmo.


Mariel Mozart Vinicius Muller (06/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Uma sugestão a diretoria do Jockey Club do Paraná. Um site novo, com informações melhor organizadas e que realmente apresente o clube. Que seja um cartão de visitas na internet, um meio popular nos dias de hoje, e que ajuda significativamente na apresentação do clube e das corridas.

O que está mostrando as coisas do dia a dia do turfe do Paraná está ainda vinculado a imagem das diretorias anteriores, e meio bagunçado.

Outra, seria observar as datas de calendário do RJ, para evitar o confronto com eventos grandes, como as provas da coroa, Latino, etc.

Aproveito para parabenizar os envolvidos e responsáveis pelas corridas voltarem a ser realizadas, e lembrando que o turfe das araucárias precisa de uma união como nunca teve, entre todos, para continuar crescendo. O exemplo vivo é o JCRS, onde os diretores passaram por cima das diferenças, e conseguiram aglutinar muita gente em torno de um objetivo!

Marco Antonio Santos (06/02/2016) - Niterói/RJ

Sr. Mauro Roger

Acredito que tem solução. É copiar o modelo argentino e estender o conceito de parelhas também ao treinador. No primeiro momento vai diminuir a quantidade de número por páreo, mas a médio prazo fará com que os proprietários procurem novos profissionais, abrindo assim novos postos de trabalho e afastando definitivamente este tipo de gente do turfe

Paulo Cesar Gomes (06/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Tenho a impressão que nossos comentaristas de turfe foram atacados pelo Zika. Com raras exceções ontem foi um dia para quem acompanha corridas e gosta de apostar ficar completamente sem rumo.

Os marcadores oficiais conseguiram a proeza de acertar, de acertar, de acertar, melhor dizendo de errar todas as indicações feitas.

Um dos marcadores de site especializado acertou, acertou, acertou, melhor dizer errou todos os indicados.

As exceções ficam por conta do Leão com 03, Italiano com uma e outro marcador de site especializado com 02.

Gosto da indicação quando ela vem embasada em comentários pertinentes com corridas anteriores e como o comentarista acredita que a corrida vai transcorrer. Nesse item gosto muito dos comentários do Italiano - vide marcação do 1o páreo de ontem e do Leão que mostra certa ousadia em algumas de suas marcações.

Na verdade escrevi esses comentários para constatar como esse esporte é difícil. Mesmo pessoas do meio, com acesso a informações que o turfista comum não tem acesso ficam sem pai nem mãe em determinadas reuniões. Imagina um reles mortal.

Vamos ver se hoje eu consigo ganhar para pagar a fantasia de carnaval.
Boa sorte.

Mauro Roger (06/02/2016) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

Prezado Miguel Leão.

Somente hoje(6/2) li suas considerações sobre treinadores que correm diversos cavalos com números diferentes em um mesmo páreo.

Concordo com todas as suas observações.

Para dar corpo ao tema,se houver interesse em continuar a a discussão,sugiro:

Que "desfulanizemos" o assunto,deixando de nominar o treinador para evitar interpretações de que se trata de uma questão meramente pessoal.

Que se faça uma estatística que nos dê a seguinte resposta:em que proporção,cavalos menos apostados do mesmo treinador vencem ou chegam a frente do mais apostado?

Aí teríamos um sólido argumento para questionar ou não a lisura de tal prática.

E mesmo que tal pesquisa hipoteticamente demonstrasse de forma cabal o prevalecimento dos azarões,o código de corridas seria modificado?

E se o fosse,o que impediria a utilização de"laranjas",com um mesmo proprietário se utilizando de várias fardas?

Na verdade,sendo absolutamente incoerente,acho que estou propondo discutir um tema sem solução!

Quer saber,vou jogar o dadinho.

Abs,

Mauro Roger

Pasqual Evangelista (05/02/2016) - Valinhos/SP

Sr.Obertal Paes Filho

Li e reli o regulamento para Páreos por Índice Técnico e não achei nada que justificasse essa pontuação dada ao seu animal.´

Tenho interesse em conhecer as regras pois implantei no meu sistema um controle conforme a regras publicadas.

Alias encontrei esse paragrafo que trata da primeira vitória em páreo de claiming.

c) O animal que obtiver a primeira vitória em páreo de claiming terá o seu índice reduzido em dois
pontos. As demais atuações em páreos de claiming não acarretarão em alterações no índice dos
animais.

Entendo que seu animal ficaria com 3+4-2= 5 pontos e se continuar correndo e vencendo no claiming continuaria com os mesmos 5 , pois depois da primeira vitória não ganha e nem perde pontos. ( é como está no meu sistema).

Estou tirando essa rotina do meu programa pois não confio em regras que não são cumpridas.

A palavra dos Comissários de Corridas tem mais força do que um ministro do Supremo Tribunal Federal pois eles justificam seus votos baseados nas leis ou alguma jurisprudência..

Karl Kraus (05/02/2016) - Marica/RJ

Devemos aceitar a decepção finita, mas nunca perder a esperanca infinita. MARTIN LUTHER KING

João Orlando Tomczak (04/02/2016) - Curitiba/PR

Site de apostas do JCB.

Está há muito tempo fora do ar. Não posso apostar. Porque os técnicos responsáveis não corrigem o problema? pois acredito que todo mundo que aposta pela internet não podem fazê-lo.

Obertal Paes Filho - Stud By Winner’s (04/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Que Beleza de Regulamento:

O Stud By Winner’s tendo em vista que o seu animal New Predator de 4 anos,sem vitória, não conseguia ganhar na turma, passou a inscreve-lo nos páreos de índice, que são mais constantes, para melhorar a sua forma física, mas também assim colaborando para formar os programas semanais.

Nos páreos de índices, cujas regras nunca entendemos, o animal corria com outros, de mais idade, com várias vitórias, e evidentemente, apesar de ter corrido um total de 16 corridas, nunca conseguiu pelo menos fazer um placê. O fato de ter corrido tantas vezes, sem sucesso, levou o índice do mesmo para o numero 3. Como não conseguiria ganhar no páreo de índice, apesar de ser apenas 3, e para tentar ganhar algum prêmio e ajudar no trato, resolvemos inscrevê-lo no páreo de claiming 4 anos sem vitória, que por sorte saiu muito fraco, e o New Predator finalmente conseguiu ganhar. Qual não foi a nossa surpresa ao constatar que, em função da vitória no claiming de animais sem vitória, o New Predator passou de índice 3 para 11, ou seja, subiu 8 pontos, quando todos sabemos que a vitória em páreo normal representa o acréscimo de apenas 4 pontos. O treinador consultou a Comissão de Corridas, que informou que a subida de 8 pontos estava certa, no caso do New Predator, pois animal perdedor que ganha este tipo de claiming sobe os 8 pontos.

Gostaria de saber qual o GÊNIO que conseguiu estabelecer esta regra, para perguntar ao mesmo o que fazer com um animal que corria o páreo de índices com o numero 3, e não chegava, e agora só poderá correr com o índice 11. Realmente, se esta regra de pontuação está correta, o JCB só pode estar querendo acabar com os proprietários, pois não se encontra um mínimo de lógica nestas pontuações de índices, só restando aos proprietários de animais que não são craques se desfazer dos mesmos.

Stud By Winner’s - Obertal Paes Filho

Sandro Rodrigues Vivaqua Rocha (04/02/2016) - Campos dos Goytacazes/RJ

Bom dia !!!

Gostaria de pedir pela 5 vez a comissão de corridas do Cristal para voltar a publicar a listagem de animais medicados do dia seria possivel alguem responder isso? O por que pararam ??? Grato.

Sandro

Antonio Moura (04/02/2016) - Niterói/RJ

PALAVRAS LEVAM-AS O VENTO

Caro Pasqual,

Eis uma verdade que atravessará os séculos! Na contramão, quem se atreve a escrevê-las e assinar embaixo, corre o sério risco de passar por mentiroso e, pior do isto, cair no descrédito e no ridículo;
como não almejo nem uma coisa e nem outra, eis-me aqui na tentativa de fazê-lo compreender que existem sim, treinadores da qualidade do Sr. Jairo Borges e que nem por isso ultrapassam os limites das regras e da ética.

Faça contato com o treinador Victor Paim e ficará encantado com o seu nível de conhecimento, de simpatia e simplicidade; ele certamente lhe aconselhará a adquirir, por modesto valor, um cavalinho que ele mesmo indicará; ele o prepará, por três, quatros, cinco meses, correrá algumas entretanto e um belo dia ele lhe dirá que está na hora de trazer a família para uma bela foto. Pedirá, por outro lado, o máximo sigilo sobre as chances do animal (ele também gosta de acertar uma boa pule de quando em vez) e, esteja certo, o segundo não vai sair na foto! Comigo foi sempre assim e não vejo nenhum motivo para que também não aconteça com o incrédulo Pasqual.

No que se refere ao veteraníssimo Norival de Souza, de Campos dos Goitacazes, acredite na minha palavra, pois é o que de maior valor trago comigo: jamais perdi uma só viagem ao Hipódromo dos Canaviais sempre que às primeiras horas da manhã atendia um certo chamado, sempre deste mesmo jeito: "Professor, o cavalo está inscrito e o sr. pode trazer a família, os amigos, o cachorro e o papagaio para a foto. Vai montar o pior joquei de Campos e mesmo assim vamos ganhar por dez corpos". Meu cachorro e meu papagaio jamais foram a Campos, mas Norival só se enganava na diferença do Beat Time para o segundo colocado - sempre de 50 metros.

Mas algo me diz que o Sr. Jairo Borges, tão bom ou melhor do que citados, sabe sim, até onde vai as chances de cada um dos animais que inscreve - em última análise uma das mais importantes atribuições do treinador de PSI. E não me inveje pela minha boa sina; quem mora na bela e prosaica cidade de Valinhos não tem o direito de fazê-lo!

Antonio Moura

Marcelo Colameo (03/02/2016) - São Paulo/SP

Estou colocando minhas mensagens em dia e reparei que o Sr. Lucas Eller, mais uma vez , deu-se bem no conjunto de reuniões. Confesso que marco e faço acumuladas observado suas marcações e , invariavelmente , os resultados são bem satisfatórios e positivos. (vide as marcações de segunda-feira).

Parabéns ao Sr. Lucas Eller na difícil missão de marcar cavalos, minha conta-corrente e meu bolso também agradecem, e muito!!!!!!!

Obrigado.

Raphael Silva Campos (03/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Gostaria de parabenizar meu amigo particular Lucas Eller, e excelente profissional, por mais uma semana brilhante com ótimas marcações e pules boas, por isso acompanho a muito tempo suas marcações no site Raia Leve, parabéns Lucas e continue assim.

E o placar dessa semana ficou assim:

1° Lucas Eller: sexta:2/sábado: 4/Domingo:3/segunda:7. Total=16

2° André Cunha:sexta:1/sab: 4/ Domingo: 2/ seg: 6. Total= 13

3° Thiago Guedes: sex: 2/ sab: 3/ Domingo:3/ seg:4. Total=12

4° Celso Afonso: sex: 2/ sab: 5/ Doming: 1/ seg: 3. Total= 11

5° Miguel Leão: sex: 3/ sab: 2/ Domingo: 3/ seg: 3. Total= 11

6° Miguel Italiano: sex 2/ sab: 1/ Doming: 3/ seg: 4. Total= 10

7° Fernando Lopes: sex: 1/ sab: 2/ Doming: 2/ seg:4. Total= 9

8° Hermes Martins: sex:1/ sab:3/ Domingo:1/ seg:3. Total= 8

9° Julio Ponte: sex: 2 / sab: 1/ Domingo: 2/ seg: 3. Total= 8

Mauro Roger (03/02/2016) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

CORREÇÃO PARA PIOR;

No quarto páreo de amanhã(quinta,3/2), Cara Mari,número três,é forfait de programa

Portanto,dos sete que correrão(se não surgir nova retirada) QUATRO são do J Borges!!!!!

Pode isso,Arnaldo?

Miguel Barros Camara Leão de Souza (03/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Caro Mauro

Não tenho nenhuma procuração para defender nenhum profissional e por isso mesmo me sinto à vontade para fazer algumas considerações a respeito das inscrições de um treinador num determinado páreo. Se a chamada foi feita e os cavalos inscritos estão dentro das condições estabelecidas, não vejo problema algum de um treinador inscrever dois, três ou quatro animais na mesma competição. O regulamento lhe faculta isso. O que não deve acontecer, é quanto à lisura como se desenvolverá a prova em questão. Se coloque na condição de determinado proprietário que sabe que seu cavalo tem direito aquele páreo e o treinador não inscreve, como se sentiria? O trato não está barato, e as cobranças existem. Se o cavalo está em condições físicas para correr (isso quem decide é o profissional), que seja inscrito. Não gosto de cavalos repicados, já escrevi isso várias vezes em meu blog, porém as chamadas atuais dão condições a este tipo de situação. O handicappeur deve estar atento para que sempre dentro do possível de procurar evitar isso dentro dos páreos do Betting 5. Mas reconheço, que nem sempre é fácil .Quanto a jogar no placé do cavalo menos apostado do treinador com mais de um animal no mesmo páreo, é uma opção sua e respeito. Cada turfista usa uma estratégia em apostar e talvez você tenha achado o "mapa da mina", só saberemos depois. Por oportuno, o terceiro páreo de quinta feira que você citou não faz parte do Betting 5 acumulado, que na minha opinião dificilmente encontrará vencedores com 5 pontos.

Abraço

Miguel Leão

Mauro Roger (03/02/2016) - Cachoeiro de Itapemirim/ES

Já que a polêmica do momento envolve o treinador J.Borges,lá vai:

Quinta,4 de Fevereiro;

Terceiro páreo, correm seis, dois do lembrado treinador

Quarto páreo,correm oito, quatro são do J.Borges(metade!)

Sexto páreo,correm onze, quatro são do JB

Sétimo páreo,correm onze, dois sob a responsabilidade do Borges.

Todos os páreos no betting de 260 mil.

Se o código de corridas permite a aberração de um mesmo treinador ser responsável por metade dos cavalos com números diferentes que correm em um páreo( tá parecendo prado de interior),só nos resta nos defender.

Eu vou jogar placê do menos apostado do esperto e competente treinador.

Miguel Barros Camara Leão de Souza (03/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Prezado Paulo Gama

Estava lendo sua objetiva e correta crônica sobre os sete erros cometidos apenas neste mês de janeiro no Hipódromo da Gávea. Todos de grande relevância, mas aproveito para adicionar mais um à sua lista: a cerca móvel de seis metros utilizada na prova seletiva para o Latino e vencida pela ENERGIA GAROA. Confesso que não entendi quais os motivos que levaram a tal determinação numa prova de tamanha importância. Sendo assim, acho que temos mais um erro, ou estarei errado?

Um grande abraço

Miguel Leão

Sidney Morihiro Kanashiro (03/02/2016) - São Paulo/SP

Acabo de assistir corridas em hong kong e no primeiro pareo nosso magic man joao moreira sofreu uma queda assustadora tentei assisti o filme patrulha para ver melhor mas nao consegui.

Acredito que o pessoal do raia leve irao saber do estado do grande joquei, ate o sexto pareo o nosso silvestre souza ganhou duas corridas, uma em cima do ryan moore, outra, o marcos mazini queimado no rio nao tenta o turfe chines, que em breve sera um dos maiores do mundo eles que estao construindo diversos hipodromos, mazini faria um grande sucesso por la tenho certeza pois e um excelente piloto.

Pasqual Evangelista (03/02/2016) - Valinhos/SP

SR. ANTONIO MOURA

O senhor deve ser um homem muito abençoado por ter tido treinadores que lhe informavam com tanta certeza os dias de vitórias de seus animais. No meu entendimento isso é muito raro principalmente entre os pequenos proprietários.

Quantas vezes sai de Valinhos para tirar foto com os pupilos de um tio e voltava frustrado. Alias era raro as vezes que tirávamos foto.

Isso ocorria conosco e com muitos outros amigos dele. Ele tinha amizade com proprietários com muito mais cavalos que muitas vezes nos dava como barbada e não vingava e os treinadores eram respeitados em Cidade Jardim.Isso é um dos motivos de não aceitar informações.

Gostaria de ouvir a opinião de outros proprietários. Alias a cada dia de corrida vários treinadores são entrevistados e muitos deles acreditam que seus animais vão chegar e não chegam.

Eu tenho comigo que vários jóqueis de ponta perdem deliberadamente e falo isso com convicção. Isso normalmente ocorre quando montam para treinadores e/ou proprietários menos expressivos. Existem casos de animais cujo pior tempo na distância e na pista programada é melhor do que os melhores tempos dos demais competidores, montados por excelentes jóqueis e não entram na quadrifeta. Acho uma sacanagem mas cansei de reclamar. Hoje uso essa informação a meu favor.

Já arrisquei e já tive algum lucro jogando contra favoritos do treinador em questão pois o que é barbada e o que é azarão depende da análise da cada um e se a diferença entre dois deles é pequena e com grande diferença de rateio arrisco a ganhar algum.

Um exemplo é o 9.páreo de Domingo. O cavalo numero 10 era minha segunda força mas quando vi o rateio achei que havia algum erro nos meus dados. Pagava muito e acabou fechando com pouco mais 65x. Fez segundo. Errei a exata, a trifeta e a quadrifeta pois o meu favorito não chegou. Pagava menos de 2x e foi montado por um jóquei em quem confio.

Resumindo. O que não se pode mudar use em seu proveito.

Vanderlei Ribeiro (02/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Boa noite,

Novamente gostaria de agradecer ao Lucas Eller, pelas excelentes indicações de ontem na Gávea, que me ajudou a acertar 5 pick 3 iniciais, inclusive com um fechamento cravado em uma pule de 6,9 ( Degollado), isso não é para qualquer um. E parabenizar também por acertar 7 vencedores numa reunião de 10 páreos, parabéns Lucas por manter um índice altíssimo de acertos, só vindo confirnar o que eu já havia falado a umas 2 semanas atrás.

Obrigado.

Sandro Rodrigues Vivaqua Rocha (02/02/2016) - Campos dos Goytacazes/RJ

Boa tarde,gostaria de retificar que o Sr. Andre Cunha fez 6 pontos ontem no concurso de marcadores me desculpa o erro ,grato.

Sandro Rocha

Antonio Moura (02/02/2016) - Niterói/RJ

O HÁBITO FAZ O MONGE

Sr. Ferreira,

Equidistante das paixões partidárias e politicamente correto, não me atrevo sequer a retirar uma virgula do primor de texto com que brindou este humilde e calejado homem do turfe.

Atrevo-me, entretanto, carregado de mil convicções, a dizer-lhe seguinte:

a) É impossível que tão competente treinador não tenha na palma da mão o potencial de cada um dos seus pupilos, direcionado evidentemente à turma com que se defronta;

b) É das atribuições do treinador manter o proprietário informado dos índices de chance em cada páreo de per si; isto é, hoje tem pouca chance, amanhã em outro páreo vamos para a foto;

c) Evidentemente, trata-se de uma competição onde o imponderável não raro interfere - e ninguém sabe disso melhor do que eu que vou ao guichê de apostas com razoável constância há quase sessenta longos anos - sou do tempo de Zum Zum Zum;

d) O que não é possível suportar em silêncio é a constância com que os azarões prevalecem e os favoritos fritam. E os proprietários dos mais visados dizem o quê? Reclamam ou batem palmas de pé como na ópera? Já me afirmaram, com todas as letras, que a tropa de claiming pertence ao próprio treinador que utiliza proprietários mais amigos como testas de ferro; daí o silêncio... Como é óbvio, recuso-me a acreditar nesta versão - é maquiavélica demais!

e) Só para consubstancializar o meu entendimento, deixe dizer-lhe que nos meus anos de proprietário tive dois treinadores de quem apenas posso falar bem: Norival de Souza, em Campos e Victor Paim, na Gávea; como nenhum deles jamais falhou quando me informavam que "hoje é dia de vitória", parece que tive a suprema ventura de firmar parceria com os dois melhores preparadores de cavalos PSI deste planeta;

f) Mas algo me diz que o paranaense Jairo Borges pouco ou nada fica a dever aos dois citados - muito pelo contrário.

Saudações Vascaínas,

Antonio Moura

Francisco Rodrigues (02/02/2016) - Miami/FL

Sr. Carlos Ferreira conseguiu expor com clareza esse assunto J Borges, muito bem dissecou todos os pontos.

Mas entendo que temos preferência por alguns treinadores que é natural, e quando ganham nao querem nem saber o retrospecto do animal e gênio etc, como ja vimos aqui neste mesmo espaço.{ Kkkk}

Muitos pesos e poucas medidas.

Sandro Rodrigues Vivaqua Rocha (02/02/2016) - Campos dos Goytacazes/RJ

Foi dada a partida, para o Torneio dos Catedráticos, com a nova pontuação. Lucas Eller , em noite feliz, largou escapado 7 pontos(70%) . André Cunha, foi bem com 5 acertos (50%). Miguel Italiano, Hermes Martins e Fernando Lopes , fizeram 4 acertos (40%). Celson Afonso e Miguel Leão, fizeram 3 pontos. Todos ótimos marcadores, que prometem muita alternância, pela briga do título de Catedrático do Turfe. Segue abaixo a relação dos participantes. Importante ressaltar, que este Torneio, idealizado por mim, não tem fins lucrativos. Não conheço pessoalmente, nenhum dos participantes. Só monitoro as suas indicações, e publicarei se manalmente, a marcha da contagem.

André Cunha, Celson Afonso, (JCB), Fernando Lopes (Turfistando), Hermes Martins (Turfe On line), Júlio Pontes e Lucas Eller (Raia Leve), Miguel Leão (Blog do Leão e Miguel Italiano (Blog Cerca Móvel).


Sandro Rocha

Carlos Ferreira (02/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Sr. Moura,

Não tenho nenhum sentimento de simpatia ou antipatia pelo treinador Jairo Borges. Aliás, nem o conheço pessoalmente. Portanto, não estou escrevendo esta postagem nem para defendê-lo nem para acusa-lo de alguma armação nos resultados dos páreos onde inscreve muitos cavalos. Apenas vou constatar fatos a favor do citado profissional.

Por competência, simpatia, ou um bom marketing, o Jairo Borges tem um monte de cavalos aos seus cuidados. Muitos desses animais, principalmente os frequentadores de páreos de claiming, podem ser inscritos em uma mesma chamada. Ora, se o código de corridas permite, qual a desculpa que ele vai dar ao proprietário que paga a conta do trato todo o mês para não inscrever um animal de sua propriedade? Que não é ético ele ter mais de uma inscrição em um páreo? Que têm apostadores que não gostam disso? Que o cavalo dele vai ter que esperar na fila para ser inscrito? Ora, o cidadão iria elogiar a sua conduta, agradecer a atenção, pegar o seu animal e levar para outro treinador que não tivesse fila para inscrição.

Ao contrário, o que ele faz é inscrever todo o mundo, botar os jóqueis que o ajudam nos matinais em cima e pau na máquina, que ganhe o que estiver melhor naquele dia. E muitas vezes, através de amigos que possuem cavalos treinados por ele, sei que ele acha que vai ganhar um e acaba ganhando outro. Sem nenhuma armação como muitos acham. Apenas pelo acaso.

Meu prezado, corridas de cavalos não se constituem em uma ciência exata. Se assim fosse, seria muito fácil se acertar. Só dariam rateios de 1 por 1. Ficaria completamente sem graça.

Sds.

Pasqual Evangelista (01/02/2016) - Valinhos/SP

GESTÃO PMU

Quem joga no JCB pela Internet já deve ter percebido que os páreos tem fechado algumas vezes antes dos animais chegarem no partidor. Com isso o movimento de aposta diminui.

Esperava mais eficácia por parte de uma empresa considerada especialista no ramo. Fiz uma reclamação (nem sei porque fiz pois economizei alguns trocados) e a resposta é que a ordem é da Comissão de Corridas.

Ao invés de manter o placar de apostas após a partida que seria uma melhoria eles reduzem o tempo para apostar.

Sandro Rodrigues Vivaqua Rocha (01/02/2016) - Campos dos Goytacazes/RJ

Amigos, chegamos no final do mês de Janeiro. O Torneio dos Cateráticos, foi vencido com méritos pelo Celson Afonso (150). Julio Pontes e Miguel Leão(141) em segundo lugar muito proximos do vencedor, com boa performasse. André Cunha e Hermes Martins, perto com 121 pontos.
Lucas Eller 119 e Miguel 105, completaram o placar. Hoje começa o Torneio, com uma nova pontuação, que achamos mais justa. O término do Torneio, será na semana do Grande Premio Brasil.

Pontuação: 1 Ponto para quem acertar o vencedor.

Caso o participante acerte o vencedor, com rateio de 10,00, fará 2 pontos.

Parabéns ao Celson Afonso, Campeão do Torneio, no critério de soma de vencedores, duplas e exatas.

Sandro Rocha

Antonio Moura (01/02/2016) - Niterói/RJ

A ÓTICA DE CADA UM

sr. Capitoni,

a) Desculpe-me - por não entender, como sendo a coisa mais natural do mundo, a formação de um páreo com apenas seis animais e sendo quatro deles sob a rubrica do mesmo treinador. Foi sobre este tema a razão do meu texto e jamais sobre o resultado na pedra (como aliás não poderia deixar de ser, eis que enviado ao Raia Leve antes de corrido o páreo);

b) O profissional, como é do seu hábito, apenas aproveitou a lacuna do Código de Corridas, embora o signatário entenda, desde priscas eras, que nem tudo que é legal é ético;

c) Corroborando este meu entendimento, a confirmação veio a cavalo: o resultado do último páreo da mesma reunião, onde de novo o sr. Jairo apresentava quatro animais, teve um resultado já tantas vezes visto e cansativo pela repetição: o fracasso do favorito e uma bolachada de dois andares na cara do respeitável público. Um e outro, obviamente, sob a tutela do referido tratador. Como não tenho bola de Cristal, limito-me a botar a boca no trombone por tanta competência na matéria.

d) E, por favor, não se acanhe em citar nominalmente a quem deseja atingir; é bem melhor do que adjetivar entre "aspas"!

Antonio Moura

Eduardo Capitoni (01/02/2016) - Rio de Janeiro/RJ

Para as "viuvas" do Jairo Borges!

Realmente, nao consigo entender como isso acontece... Qual o problema em enaltecer o trabalho de um bom profissional? Saber reconhecer sua virtude!
Ha muito ja nao entro no espaço com tanta frequencia, mas os mesmos " bobos" continuam falando as mesmas coisas...

Qual a dificuldade de acertar o quarto pareo de sexta, na Gavea?

Facil! Com o forfait, do unico cavalo ligeiro ( Citizen of Dubai ), Icefoot, apos um terceiro em um pareo reforcado ( a 5 corpos ), devera ter folga na frente e sem briga, suas chances de vitoria aumentam muito.

Sem briga na frente, os outros animais que correm de tras, terao dificuldades para atropelar...

Pois bem, corrido o quarto pareo da Gavea, vitoria para Icefoot, com um rateio de R$ 2,30 e mais uma vitoria da simpatica farda do Professor Alvaro ( ganha muito ele! Rs! ).

Abraço.












12.616

12.753



























  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês