Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Duvida – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Imperador Frances – Daniel Netto Filho

Isola Di Fiori – Haras do Morro

French Coup – Stud Allstar Brasil

El Ricci – Stud Spumão

Festa Pronta – Stud Verde

Casual Elegance – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Mister Carina – Stud Palura

Evoque – Haras Do Morro

Um Tiro – Daniel Netto Filho

Selo Achaque – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Obscene – Stud Gold Black

Inverno Chuvoso – Stud Spumão

Desejado Exper – Stud Verde

Querida Niquita – Stud Cariri do Recife

Garbo Talks – Haras do Morro

Jade Runner – Stud Palura

Maestro da Serra – Stud Cajuli

Goiabada Doce – Stud Hulk

Leicester – Stud Capitão

Menina Levada – Haras Do Morro

Festa Pronta – Stud Verde

Stellen Bosch – Stud Wall Street

Lost In Paradise – Stud Capitão

Lorenzo – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Natural Champion – Coudelaria Jéssica

Over–Mint – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Bebe Frances – Stud Ilse

Garbo Talks – Haras do Morro

Furacão – Stud Ilse









Neste espaço são publicadas as manifestações dos nossos leitores.

O RAIA LEVE acolhe opiniões sobre todos os temas ligados ao turfe.
Reserva–se, no entanto, o direito de rejeitar ofensas, acusações insultuosas e/ou desacompanhadas de documentação. Eventualmente, os e–mails poderão ser checados. O site não tem o compromisso de publicar todas as mensagens recebidas. A publicação, quando ocorrer, se dará na íntegra ou parcialmente, privilegiando–se os trechos mais relevantes.

O Raia Leve, depois de pedidos de leitores e deliberação da diretoria da ACPCPSI decide que além da checagem de CPFs e identidade virtual costumeiramente feitas, só publicará mensagens de internautas que respondam e–mail confirmando a identidade. Desta forma, a editoria do site pede aos internautas que respondam e–mail da associação com a máxima rapidez possível quando solicitados a fim de ter a liberação de seu comentário, bem como assegurem–se que o e–mail raialeve@raialeve.com.br esteja definido como um endereço que não seja encaminhado para a caixa de Spam.





Abril | 2018

Ivor Lancellotti (20/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Olá gente do Turfe e estudiosos, tudo bem que exista uma resistência de alguns apaixonados para continuar com a revista J.C.B parabéns aos que não deixaram a peteca cair, mas devo admitir que o preço continua o mesmo. Só para proprietários servia aquelas poses de posses e vaidades, era o bastante a foto do animal e seu piloto.

O preço continua o mesmo e as bancas de jornais não aceitaram esse mínimo de comissão oferecido para comercializar, são poucos os que compram, Aqui no meu bairro éramos mais ou menos cinco turfistas que aceitávamos pagar 20,00 Reais que é considerado uns dos preços mais caros para uma revista com tão pouca saída e para servir por apenas quatro dias.

O que deveria ser feito, e pelo mundo todo sempre teve e até mesmo gratuito, seria um tablóide distribuído nos agentes e no próprio hipódromo! Poderia até ser cobrado uma quantia qualquer por isso já que o programa oficial não tem retrospectivo.

Tudo bem, continuarei a comprar a revista seja onde for, mas fica a minha opinião 10,00 Reais seria o ideal sem ter fotos melhor ainda!

Parabéns aos que continuam resistindo e publicando. é incrível que os grandes proprietários não colaborem.

Abraços

Francisco Rodrigues (19/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Louvável a colocação do Leandro Mancuso, essas teses que não ajuda em nada o turfe puxando pra baixo e sem o verdadeiro conhecimento do fato só no achismo. 

Parabéns Mancuso,mesmo sofrendo a sua destituição de agente do brilhante jóquei V Gil , sabe separar os assuntos. 

Parabéns.

Leandro Mancuso (19/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

sr José Pereira de Souza

Gostaria de deixar bem claro ao Sr José, que o agente de montaria Danilo Aglio, é totalmente inocente de qualquer insinuação. A montaria de last colony vencedor da prova era de leandro henrique, mas não pode montar pois tinha que montar Facon do contrato e ele pediu a montaria para Luan Machado.

Fato normal. E a respeito das panelinhas de agente, deixo bem claro que não existe, todos agentes de montarias trabalham no intuito de vencer corridas .

Grato pela atenção!!!

Erb Carlos (19/04/2018) - Recife/PE

Boa noite a todos,

E agora com a morte cerebral do homem atropelado pela égua, quais as consequências para JCB ??

Meus sentimentos a família do trabalhador.

João Fernandes (18/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Boa tarde a todos,

Sr. Jose Francisco Pereira Costa, perfeito em todos os aspectos o seu comentário.

Erasmo Rodrigues da Silva (18/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

A respeito de GIANT’S CAUSEWAY, o mesmo ficou por duas temporadas na ARGENTINA, onde gerou inclusive CATCH A FLIGHT (reprodutor do Araras) e alguns produtos para o Haras Anderson. Erasmo Rodrigues.

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (18/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

É lamentável o que se ve nas corridas. Somos viciados e continuaremos jogando, mesmo com fatos como o que aconteceu hoje. Dois joqueis experientes, V.Gil e M.Almeida, gostaria que fossem indagados pela comissão de corridas para saber o motivo pelo qual um animal que corre de atropelada com 59 kilos no lombo e outro com 53 kilos, sairam se matando. è obvio que até quem não joga saberia que esses 2 animais não iriam chegar (por acaso os 2 favoritos) então fico pensando, essa é a melhor maneira de "puxar" um cavalo, arrebenta com o animal e o coitado perde as pernas no final. Ao invés de ficarem de blá blá blá, reunam esses 2 joqu eis e pergunte a eles porque fizeram isso com o dinheiro do apostador.

E ainda sonham em aumentar movimento de apostas, só pode ser piada.

abs a todos

José Francisco Pereira Sousa (17/04/2018) - Porto Alegre/RS

Deveria ser proibido dois jóqueis ter o mesmo agente de montarias. Já não é a primeira vez que o glorioso Lhenrique monta um franco favorito e o cavalo fracassa e quem ganha a corrida? L.S.machado o outro agenciado do sr.danilo aiglo,pagando uma pule boa,vide este segundo pareo da noturna da gávea. É.. A MULHER DE CESAR NÃO BASTA SER HONESTA ,TEM QUE PARECER HONESTA!!!!

Mario Veloso (17/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

PESO DOS JÓQUEIS

Gostaria de receber informação da tabela atualizada do peso atual de todos os jóqueis do JCB

Onde consigo a informação?

Joemil de Sousa Cunha (17/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

MATINAIS DE REDE TURFE - VISÃO DOS PROFISSIONAIS - 17-04-18

CLICK NO LINK

https://youtu.be/Nuan9JXpC94

Leonardo Ruas de Oliveira (16/04/2018) - Pelotas/RS

Caro Sérgio com certeza pelo que conheço o seu Wilmar Nunes, ele aceitaria com o maior prazer e seria uma bola dentro do jcb ter ele como incentivo aos iniciantes e uma demonstração de amor ao turfe.

Sergio Jose Lessa (16/04/2018) - São Gonçalo/RJ

Amigos acho que seria um tremendo marketing o JCB convidar o mais antigo jóquei em atividade no Brasil o Wilmar Nunes,a vir se apresentar na gávea nas festividade do GP Brasil com um páreo em sua homenagem ou vir participar em um páreo,isso estimularia jovens turfista em ver pessoalmente um senhor de 78/9 anos ainda em atividade no sport dos reis.

Roberto Fonseca (16/04/2018) - Brasília/DF

Mariel, as mudanças recentes feitas pela PMU nas retiradas das corridas americanas atingem em cheio as modalidades mais rentáveis. Uma das grandes vantagens das carreiras americanas são as retiradas mais baixas, que costumam dar bons dividendos, mas, com essa nova regra, perde-se muito a atratividade. A "nova facada" melhorou rateios de vencedor, show e placê, mas derrubou rateios de quadrifeta e os picks 3, 4 e 5.

O "abate" funciona assim atualmente:

* Rateio até 1, não tira nada

* Rateio de 1,01 a 20, retira-se 10%

* Rateio de 20,1 a 50, retira-se 13%

* Rateio de 50,1 a 100, retira-se 16%

* Rateio acima de 100, retira-se 19%

(p.s: são somados os resultados de todas as faixas de cálculo)

Se o turfista acertar um pick 5 de 5.000 por um (um rateio não muito raro nas corridas americanas), a "facada" da PMU/JCB será de quase R$ 2 mil (porque a inversão mínima é R$ 2). Exagerado, não?

Joemil de Sousa Cunha (16/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

MATINAIS DE REDE TURFE - INDICAÇÕES 16-04-18

CLICK NO LINK

https://youtu.be/B4EefPUfPEY

Joemil de Sousa Cunha (16/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

MATINAIS DE REDE TURFE - VISÃO DOS PROFISSIONAIS -16-04-18

CLICK NO LINK

https://youtu.be/M2Xl8uWscfo

Mariel Mozart Vinicius Muller (15/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Na semana passada, no Santa Anita Derby, deu de "presente a Ônus quase 100 reais nas retiradas do daily Double e pick 3. As tarifas são absurdas!! Já estamos mal das pernas no turfe, aí enjoa ser cliente! 

Concordo com o Roberto Fonseca...

José Tito de Aguiar (15/04/2018) - São Bernardo do Campo/SP

Parabéns ao JCB/PMU pela realização do páreo cavalinhos do fantástico( 20 animais coisa rara hoje em dia) trazendo gente nova ao hipódromo e ao narrador Fernando Cury pela ótima narração do referido páreo pois acredito que não foi fácil narrar pelas camisas dos clubes e a meu ver foi perfeita.

Que venham novos eventos iguais a este.

Alvaro Marinho Lopes (15/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Me corrijam por favor se estiver errado, acaba de correr osegundo páreo da gávea (15.04 ) e nao consigo ver a diferença entre o número 1 e o 7. Fui mno fothochar com lente de aumento e não consegui´ver nenhuma diferença, no mínimo o empate.

Abs a todos

Joemil de Sousa Cunha (15/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

MATINAIS DE REDE TURFE - DOMINGO - 15-04-18

CLICK NO LINK

https://youtu.be/ykXX47LqZeI

Joemil de Sousa Cunha (14/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

SAIBA MAIS SOBRE AS CORRIDADE DE HOJE 14-04-18

MATINAIS DE REDE TURFE - VISÃO DOS PROFISSIONAIS

https://youtu.be/O6cqQymCCbA

Sergio André Pessoa (13/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Concordo inteiramente com o Sr. Rafael Cavalcanti. Venho questionando com amigos a ausência da posição do clube, em seu site oficial, sobre o ocorrido. Nenhuma linha sequer de um acidente trágico que vitimou a égua e deixou uma pessoa em estado grave no hospital, podendo vir a falecer. E que poderia ter sido bem pior em termos de estragos e vitimas. E ainda por cima, como saiu em um jornal, que noticiou que o clube não entrou em contato com a família da vitima para prestar a assistência necessária (médica e financeira). 

E, deveria ser obrigatório, o clube vir a público explicar a vulnerabilidade que possui em suas dependências, pois é inadmissível um cavalo arrombar um portão, que deveria estar trancado e não apenas encostado. O clube deveria ter um plano de ação emergencial para uma situação como esta (cavalo sair em disparada por suas dependências), que não foi a primeira e não será a ultima.

Se o portão tivesse trancado e fosse firme, o máximo que teria ocorrido seria o acidente com o próprio animal mas preservaria vidas humanas que nada tinham a ver com a situação.

E discordo da opinião do Sr. Rodrigo Batista. As vilas do Jockey são de um imenso conforto e tranquilidade. Mal se ouve barulho dos carros, a não ser nas cocheiras que estão de frente aos muros de divisa com as ruas, como na vila lagoa, mas que certamente são uma quantidade pequena em relação ao total que lá existem. O problema não reside na existência das vilas e sim na falta de planejamento e segurança que o clube dispõe quando ocorre um fato como este. Se os portões estivessem fechados e fossem de estrutura firme, o caso não teria as consequências que teve.

O que o senhor deu a entender é aquela velha historia da mulher que é pega com o amante no sofá da sala pelo marido e este manda jogar o sofá fora. 

Ainda bem que a historia de transformar as cocheiras em um Boulevard Comercial não foi em frente, que seria um desserviço para o Turfe e que atenderia um interesse pessoal/financeiro de poucos.

Portanto, neste triste acontecimento, faltou de tudo aos membros da diretoria do Jockey Clube Brasileiro. Atenção e controle em suas dependências internas e uma posição publica perante os turfistas e a sociedade em geral.

Rafael Cavalcanti (13/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

A ausência de posicionamento do Jockey Club no lamentável incidente com a potranca só mostra a total falta de comprometimento do clube com a Comunicação e com as boas práticas de gestão de crise. Como se o turfe, por si só, já não vivesse numa há décadas.

Rodrigo Batista (13/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

O trágico acidente com a égua Mary Happy mostra de certa forma outra desvantagem que os animais que se alojam na gávea levam. As vilas hípicas e o jockey como um todo se tornaram cada vez mais um ambiente barulhento e pressionado por vias expressas e o louco trânsito carioca. Eu sempre temi que um animal atravessasse o portão, já ocorreu antes inclusive. Há foguetórios, explosão de motores a combustão, ruido de helicópteros, etc, uma bagunça. Nos centros hípicos mais importantes do mundo os animais ficam o mínimo de tempo nos hipódromos que se localizam em áreas urbanas. Não faz muito tempo o hipódromo do Gulfstream disponibilizou novos centros de treinamen to próximos ao hipódromo.

Em alguns hipódromos ingleses existem leis especiais no entorno para que se evite transito pesado, de forma que os animais tenham sempre preferência. Como o trânsito de automóveis só tende a aumentar ao redor da gávea, o ideal seria migrar os animais para um Centro de treinamento e alojamento por exemplo na região de Vargem Grande, com os mesmos custos de trato da gávea. Isso poderia ter sido feito há muito tempo, liberando as vilas hípicas atuais para exploração comercial, reservando vagas apenas para os animais que vão correr no fim de semana. Infelizmente o JCB é um clube que quase nunca sai da inércia, e aparentemente são pouco informados sobre o que ocorre no turfe do primeiro mundo.

Marco A. Pereira (13/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Sr.Luiz Mario Vergueiro da Rocha Miranda.

É sempre o proprietário que paga a conta, seja neste caso, ou em qualquer outro. Neste em particular, pagou o atendimento, o sacrifício e a cremação; e perdeu o animal. Quando na corrida o animal é sacrificado, por algum motivo, além de perder o animal, paga sacrifício, remoção e cremação.

Acredito que os fatos acima descritos também contribuem para a situação em que se encontra o turfe.

Espero ter sido útil.

Marco

José Francisco Pereira Sousa (12/04/2018) - Porto Alegre/RS

Puxa vida. Puxaram o tapete do Leandro Mancuso tirando-lhe o agenciamento do V.Gil. Cresceu o olho. Que feio,hein, professor. Depois vem me dar lição de moral quando mencionei a existencia da panelinha dos agentes de montaria.

Luiz Mario Vergueiro da Rocha Miranda (12/04/2018) - Icaraí/RJ

Se a potranca Mary Happy tivesse morrido no incidente, quem seria responsabilizado?

O prejuízo pela perda do produto seria do proprietário? O animal encontrava-se alojado nas dependencias do JCB......

Quem será responsabilizado pelos danos materiais causados pela potranca?

Entendo que este tipo de incidente é raro , mas não é raro animais dispararem nas vilas , sofrendo lesões e , em alguns casos, morrendo por conta destas lesões.

É sempre o proprietário que paga a conta?

Sergio José Lessa (11/04/2018) - São Gonçalo/RJ

..................................ARROCHA.........................................

Estranhamente após o Derbi não saiu uma nota no site do jcb no livro de ocorrência a respeito do animal ARROCHA, o turfista que acompanha as performances não sabe o motivo pelo último lugar numa prova em que era um dos mais cotados, não sabe-se se o mesmo teve problema no percurso ou teve hemorragia, claudicação, testículos recolhidos, ferradura aberta,exaustão,enfim uma série de causas que ninguém questionou e o turfista fica com cara de bó.

Rodrigo Batista (11/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Caro Roberto Fonseca, eu ja havia reclamado aqui no Raialeve sobre essa retirada absurda nos rateios das quadrifetas americanas pela PMU, desde então troquei de plataforma de apostas para as corridas dos EUA, fica a dica.

Roberto Fonseca (11/04/2018) - Brasília/DF

Olha...essas novas retiradas da PMU nas corridas americanas estão muito, mas muito altas. 

A quadrifeta do primeiro páreo de Keeneland nesta quarta-feira (11/4) teve um abate de 18.49%.

Baixou de 607,90 por um para 495,49. Ou seja a cada 50 centavos acertados (o valor mínimo do jogo), a PMU/JCB retira R$ 56,20 do apostador. 

Assim não dá, mesmo!

Carolina Luize da Luz (11/04/2018) - Curitiba/PR

Boa tarde, Bruna Baquil.

Não tinha visto sua postagem. 

Agora fui ver a lista e meu nome está lá.

Muito obrigada.

Abraços.

Carolina Luize da Luz (11/04/2018) - Curitiba/PR

Olá, Sr. Ivor Lancellotti.

Antes de eu me inscrever, mandei um e-mail perguntando se teria algum problema eu ser de fora do Rio de Janeiro, e eles me responderam que eu poderia participar sem problemas. Fiquei entusiasmada com a ideia e criei expectativa.

Assim como o senhor e muitos outros, eu apostei mais do que o valor requisitado no regulamento.

Só acho estranho, afinal o concurso foi tão divulgado. 

Mas fazer o que, né? Acho que nunca teremos uma resposta. 

Eu realmente gostaria de ter tido a oportunidade de participar, sou uma turfista jovem, gosto muito do programa da Karol Loureiro. No "meu mundo" é difícil encontrar alguém para conversar sobre cavalos e corridas.

Enfim, desejo boa sorte a todos os participantes. Continuarei com minhas apostas, pois amo turfe.

Grande abraço para o senhor.

Gustavo Giardino (11/04/2018) - Curitiba/PR

Gostaria de parabenizar o valente treinador O.L.SILVA (RJ) que, com poucos e limitados animais, e no meio de tantos treinadores de alto nível, vem conseguindo se manter com mais índice superior a 20% de vitórias.

O turfe merece dias melhores, com melhores prêmios, mais proprietários e criadores, de forma que todos os profisionais tenham acesso a bons animais e condições de mostrar seu trabalho. 

Sorte ao turfe brasileiro!

Bruna Baquil (11/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Bom dia a todos 

Quanto ao critério do concurso do Rei dos Páreos, eu não sei, mas sei que, se não fosse eu reclamar , olha quantas pessoas que, tinham os requisitos para participar ficariam de fora do mesmo.

Ivor Lancellotti (11/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Bom dia Carolina Luize

Eu também mandei e-mail para P.M.U e também não fui respondido. Dois amigos também mandaram e nada! Isso seria responsabilidade da P.M.U, acho eu e achamos nos todos que não fomos seleccionados, porque somos cadastrados nesse site.

Tudo bem em não ser seleccionado, mas nos critérios não encontramos nada que possa nos impedir!

Abraços

Joemil de Sousa Cunha (10/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

MATINAIS DE REDE TURFE - VISÃO DOS PROFISSIONAIS 10-04-18 TERÇA

https://youtu.be/062rL5ti9XU

Carolina Luize da Luz (10/04/2018) - Curitiba/PR

Olá Sr. Rhuan Azevedo da Silva. 

Também não fui selecionada para o concurso. 

Estou muito decepcionada, pois criei expectativas. 

Não entendi o motivo pelo qual não fui escolhida, me enquadro em todos os itens do regulamento. 

Mandei um e-mail para a ouvidoria da PMU e até agora não obtive resposta.

Joemil de Sousa Cunha (10/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

matinais de rede turfe

VISÃO DOS PROFISSIONAIS - 10-04-18 - TERÇA

https://youtu.be/ZEPIztEZfkw

Rhuan Azevedo da Silva (10/04/2018) - Campos dos Goytacazes/RJ

Boa tarde! Qual foi o critério usado para a escolha dos participantes rei dos pareos? Se eu jogo a meses no site. Fiz o cadastro e meu nome não apareceu nos escolhidos.

Ivor Lancellotti (10/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Bom dia, turfistas

Não entendi bem essa promoção REI DOS PÁREOS 

Fiz minha inscrição, cumpri todos os requisitos e o mais importante ao me ver, cumpri também, que é ter apostado em 30 dias mais de 180,00 Reais eles pediam 100,00.

Me inscrevi e aguardei meu nome na lista, mas não estava!

Eu sou do Tele Turfe desde a inauguração, no tempo que tinha que receber no J.C.B ou no centro da cidade.Nunca parei e continuo com a P.M.U 

Gente!, qual foi o critério que classificou turfistas e outros não? Gostaria de saber para me calar.

Com tudo, desejo boa sorte aos que entraram.

Abraços em todos

José Francisco Pereira Sousa (10/04/2018) - Porto Alegre/RS

Vamos, V,Gil e V.Borges ultrapassem o tal L.Henrique.Não suporto mais abrir o site do JCB.

Miguel Angelo Paolino (09/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Gostaria de parabenizar este notável treinador Cristiano Oliveira.

Nunca tive dúvida da sua capacidade. Quem acompanhava o Blog do Italiano, sabe que sempre 

destaquei as suas qualidades. Você está colhendo o que plantou! Muito trabalho e dedicação.

Sua performasse esta semana foi sensacional!

Existe um dito popular que diz que "filho de peixe, peixinho é’!

Seu Pai o saudoso e inesquecível Adail Oliveira,.

Portanto mantem a chama do talento da família permanentemente acessa!

Miguel Ângelo Paolino

Carlos Alberto Behar (08/04/2018) - Porto Alegre/RS

Já que querem realmente apatifar, dou aqui uma sugestão : cortem a imagem de SP uns 100 metros antes do disco. Assim gera mais suspense !

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (08/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Apenas a título de curiosidade, se alguem pode me responder. Queria saber pq sempre após as entrevistas com treinadores e o som volta para a cabine, queria saber qual a necessidade dessas pessoas ficarem se elogiando entre elas. Parabéns fulano, ótimas informações, parabéns beltrano, informações excelentes. Na verdade quase sempre o que dizem os treinadores não se confirma no páreo, mas essas pessoas não param de se elogiarem entre si, quando na verdade os elogios se fosse o caso deveria vir dos turfistas que usaram tais informações para acertarem.

Acho que como não recebem elogios de ninguem, resta a eles se elogiarem entre si. Ma que isso é chato, isso é.

ps> Alguem sabe que fim levou o animal Flight Time, que venceu a primeira prova da tríplice coroa?

João Orlando Tomczak (08/04/2018) - Curitiba/PR

Pareos de SP

Porque não deixam pelo menos mais um minuto depois que o páreo termina. Não se sabe o rateio do ganhador, nem a exata ou trifeta. O cara que faz esse corte, não tem a mínimas noção do que é corrida de cavalo com apostas, não basta apenas saber do vencedor e sim pelo menos dos tres primeiros colocados e rateios.

Será que não tem nenhum competente para resolver isso .

João Fernandes (08/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Sr IVOR LANCELOTI, concordo com sua opinião em relação as transmissões, eles cortam e os apostadores ficam sem saber das demais colocações, todas as suas postagens são corretas, grande abraço e uma boa noite a todos.

Claudio da Silva (07/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Boa tarde, as corridas de São Paulo, são transmitidas pelo site do JCSP.

Ivor Lancellotti (07/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

É mais que engraçada as transmissões da tv do J.C.B. em relação as corridas do J.C.S.P , cruza o disco de chegada lá , passa o primeiro colocado, passa o segundo e o complemento só adivinhando porque eles cortam imediatamente para a Gávea e os cavalos a ainda nem estão montados! Se é para enfraquecer a corrida de lá parem de transmitir, e coloquem no lugar qualquer Tampa da vida.

Você aposta numa trifeta ou em uma quadrifeta e só vai saber vinte minutos depois quem foi segundo ou terceiro e o quarto colocado.

Será que as corridas americanas, isso eu não sei, vendem mais que Cidade Jardim? Se não é preciso sabe o porque!

Eu sou carioca, não sou Paulista, mas gosto muito das corridas de Cidade Jardim e precisamos dar mais força.

Estranho!

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (07/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

É impressionante a desorganização do site da gávea, na quinta feira já existiam 4 forfaits para a corrida desse sábado, hoje pela manhã ainda tinham esse 4 forfaits, FALCO BIANCO, KNOW HOW, BEBÊ BELO BRUMMEL e HOW SWEET IS, e agora como por encanto esses 4 forfaits antecipados deixaram de existir, ou seja o turfista estuda antes e no dia da corrida eles simplesmente mudam aquilo que disseram antes.

Rodrigo Batista (07/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Faço minhas as palavras do Sr. Ivor Lancellotti, as corridas argentinas são extraordinarias e de alto nivel técnico, e deveriam ser transmitidas pela TV, o problema é que seria indispensável poder apostar na pedra de lá para que as apostam compensassem. Tenho certeza que a aceitação seria excelente. 

Gostaria também de exaltar a recuperação do MGA do Cristal, que ontem vendeu 255 mil em 9 páreos e tem mantido essa média consistente, acho que pode em muito breve voltar ao patamar de 400mil que vendia antes de sair do sistema JCB. O cristal é fundamental para a gavea e cidade jardim.. Torço para que nossas entidades turfisticas se mantenham unidas pois é a base para um turfe forte. Gávea ajuda sao paulo que ajuda o taruma que ajuda o cristal que ajuda a gavea e por ai vai. Os animais precisam ter opções de rodar o pais visando as enturmações mais interessante e dando opção aos proprietários (vamos baratear esses fretes senhores) . É só olhar o rodízio de animais que ocorre na França ou nos Estados Unidos. vamos dar opções aos proprietários, célula mater do turfe.

Joemil de Sousa Cunha (07/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

MATINAIS DE REDE TURFE 07-04-18

CLICK NO LINK

https://youtu.be/RuRqrdCdd4U

Ivor Lancellotti (06/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

As corridas de San Isidro dão vareio nas americanas.

Tudo é mais bonito lá! 

O hipódromo é mais bonito, os pilotos dão banho nos pilotos americanos, as transmissões são espectaculares, você tem toda noção das chances dos animais.

O porque de não transmitir num dia que não tenha essa enxurrada de corridas americanas, aposto que faria muito mais sucesso do que certas corridas americanas.

Ricardo Cardoso (06/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Porque não abrir espaço para relembrar antigos (porém recentes ) Treinadores e joqueis que à pouco desapareceram dos programas ,mais não das saudades dos turfistas. Temos um grupo de amigos turfistas (18), e sempre relembramos façanhas e mancadas desses honoráveis que marcaram a vida no JCB,exemplos:

A.Ramos I.Santana J.Malta D.F.Graça

J.F.Fraga J.Pedro F. J.L.Marins E.R.Ferreira e o Filho

J.Poletti P.Chandelier R.Antonio

Treinadores

G.L.Ferreira 

S.M.Almeida

J.C.Marchant

Com relação aos joqueis,sei que para muitos será irrelevante saber como estão eles agora,porém que fique claro que,também fizeram parte da história do JCB,sem sucesso,mais com seu pequeno brilho de vez enquanto ganharem algumas carreira e marcarem alguns velhos turfista. Lembrar os Grandes,os fora de séries é fácil e normal,mas....guardar na memória vitórias incríveis de profissionais de pouco brilho somente que gosta e ama as Carreiras Turfisticas.

José Tito de Aguiar (06/04/2018) - São Bernardo do Campo/SP

Dia 7 em Cidade Jardim 9 páreos um monte de gps. e com início às 13.30 , é o fim da picada assim sou obrigado a concordar com alguns: estão querendo enterrar o tufe Paulista será que não tem ninguém que enxergue este horário absurdo? Nem o Sr. Benjamim?

Lamentável!

José Francisco Pereira Sousa (04/04/2018) - Porto Alegre/RS

Que boa noticia a volta do Bernardo Pinheiro!!!!!

Joemil de Sousa Cunha (03/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

MATINAIS DE REDE TURFE - VISÃO DOS PROFISSIONAIS -03/04/18

https://youtu.be/vamNJ-oeORk

José Francisco Pereira Sousa (03/04/2018) - Porto Alegre/RS

Viu PMU, o salto no movimento geral de apostas desta segunda? Com todos os jóqueis de ponta em ação dá gosto jogar no seu jóquei preferido e de confiança.!!! Já sábado que vem com o festival de suspensões promovido pela CC do JCB será um Deus nos acuda!!!

Christian Antoniazzi (03/04/2018) - São Paulo/SP

Apenas para sugerir ao JCSP algumas medidas simples , para quem sabe , atrair novos competidores para nossas pistas.

- liberem o fenil (com regras)

Creio que cavalos do Cristal vão aprovar essa idéia

- voltem com os desferrados!

Medidas sem custo e que na atual situação podem ajudar a formar páreos mais cheios e competitivos.

Um grande abraço

João Fernandes (03/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Rapaziada a coisa está tão feia que no 8 páreo não colocaram nem a foto para segundo, lamentável vergonha, pior sou eu que ainda aposto.

Carlos Eduardo de Santana Teixeira (02/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Gostaria de saber porque a PMU ou a Tv Turfe, não mantém o André Rodrigues nos comentários da gávea. Ele comenta sem medo, sem rabo preso, sem bajulações, dizendo tudo o que aconteceu no páreo. O André Rodrigues é um excelente comentarista, o turfista sente que existe alguem que enxerga o páreo de verdade, quanto aos demais deveriam continuar em suas funções de vender jogo.

José Roberto Giancristoforo (02/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Julio Ponte (26/03/2018) - Rio de Janeiro/RJ

Primeiramente, desculpe por demorar responder, é que tenho estado ocupado e tenho entrado pouco no raia Leve e como fui avisado que tinha uma resposta ao meu alerta, vou tentar te responder :

Simulcasting internacional o desconto que fazem lá na terra do tio SAM é muito menor do que os 35 a $0 % que estão fazendo aqui , pois a intenção é acabar com TURFE.

Agora com o desconto de 20 % equipara ao da Gavea e mesmo assim não vai aumentar nada, pois é em cima dos ganhos .

Eu para seu conhecimento e atenção sou dos poucos que sou ganhador nessa modalidade , e assim só nesse curto período em que aumentaram o desconto $ % CODERE, depois PMU 8 % e 12 % e agora 19,5 % , já me surrupiaram nada menos do que 4600,00 reais 

Quanto ao Turfe Nacional ou ele muda e olha o mundo e as modalidades de apostas que são feitas no exterior ou ele vai mesmo para o buraco e o MGA minguando dia a dia .

Corridas malucas são as nossas aqui que pagam pule de devolução na maioria e assim afasta o apostador , eu por exemple só jogo na gávea Pik3 , Pik7 e Super Betting , que a alteração de acabar com acumulado , afastou os grandes apostadores e vive da migalha e não vai levar a lugar nenhum .

Luiz H.B.Tiberio (02/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

PREZADOS,

BOM DIA !

Qual à dificuldade da comissão de corrida, trazer ao nosso prado, uma tarde inesquecível com os grandes jóqueis: 

G.F ALMEIDA

G. MENEZES

A. MOTA

J.M. SILVA, ENTRE OUTROS.

Seria, sensacional uma tarde da semana do G.P.Brasil, investir em marketing sensação, com profissionais, fazendo caricaturas e ações como camisetas e copos, referentes às renomadas fardas da década de 80.

GRATO.

LUIZ HENRIQUE

João Ciro Oliveira (01/04/2018) - Curitiba/PR

Que diferença. Parabéns André Rodrigues.

Joemil de Sousa Cunha (01/04/2018) - Rio de Janeiro/RJ

SAIBA MAIS, clique no link, corridas de domingo gávea 

MATINAIS DE REDE TURFE

VISÃO DO PROFISSIONAIS 01/04/18

https://youtu.be/sXIqCrFfSaA









12.867

12.844















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud 13 de Recife

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street

  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês