Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Historieta - Stud Snob

Hervadaninha – Stud Palura

Jurere Girl – Stud H & R

Adaga do Rei – Haras do Morro

Cuca Morena – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Ultimaforma – Stud Verde

Escasa – Haras do Morro

Maestro da Serra – Stud Cajuli

Garbo Talks – Haras do Morro

Ba Victoria – Stud Cezzane

Tea Time – Stud Nunes de Miranda

Garra – Haras Do Morro

Fletcher – Stud Snob

Garbo Talks – Haras do Morro

Fletcher – Stud Snob

Till To Disc – Haras do Morro

Acteon Gaucho – Stud Hulk

Fantasma Bobby – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Empowered – Stud Happy Again

Imperador Acteon – Stud Acqua Azul

El Poker – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Garra – Haras Do Morro

Zolano – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Useirovizeiro – Stud Cariri do Recife

Green Century – Stud Palura

Penelope Charming – Haras do Morro

Ghoul – Stud Verde

Mstraubarry – Stud Verde

El Poker – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Imperador Frances – Daniel Netto Filho








Outubro | 2007

A fundamental importância do veterinário
16/10/2007 - 22h20min

arquivo pessoal/Flavio Géo

Flavio Géo e Taranto, profissionais de excelência

Uma das provas principais do próximo sábado, no Hipódromo da Gávea, é o Clássico Octávio Dupont, homenagem do Jockey Club Brasileiro a um dos pioneiros da Veterinária em nosso país.

Belga de nascimento, chegou ao Brasil no início do século passado e, além de realizar um trabalho fantástico com eqüinos, também teve atuação revolucionária no tratamento de animais de pequeno porte.

Dupont foi o responsável pela descoberta dos primeiros casos clínicos de encefalite eqüina em 1913, no Paraná, referindo-se a uma epizootia que ocorria em eqüinos desde 1895 chamada “peste de cega”. Seu livro “O cavalo de Corrida, Criação, Medicina e Cirurgia Eqüinas”, durante anos, funcionou como verdadeira bíblia para todos os veterinários.

Vamos aproveitar a homenagem e focalizar esses indispensáveis profissionais, particularmente, os que atuam no turfe do Rio de Janeiro.

Taranto, depois de Dupont, uma referência.

Um dos mais renomados veterinários do turfe brasileiro, ainda em franca atividade, é José Roberto Taranto, que por décadas atendeu aos principais criadores e proprietários, além de presença ativa na Sociedade Hípica Brasileira. Participando constantemente de congressos no exterior, esteve sempre atualizado em tudo que acontecia na medicina veterinária. Foi um dos grandes artífices na busca pela instituição da tabela de tolerância de algumas substâncias, que comprovadamente não alteravam a performance dos animais e foram responsáveis por injustos casos de doping. Na fase de ouro do Haras Santa Ana do Rio Grande, Taranto atendeu os defensores da grande coudelaria.

A partir de Taranto, o surgimento de outros importantes profissionais.

Um dos estagiários de Taranto, em 1979, foi Luiz Flavio Géo de Siqueira, que em 1984 foi contratado pelo Haras Santa Maria de Araras, onde permaneceu por 13 anos. Passou pelos Haras Anderson e Stud Rio Aventura, passando a atender o Stud TNT em 1990, quando do início de atividade de Gonçalo Torrealba. Já se vão 17 anos e as conquistas fantásticas das cores que hoje brilham pelo mundo sempre tiveram sua contribuição decisiva.

Com Cristina Vieira, o início da participação feminina.

Mesmo sem contar, de início, com o apoio do pai, João Vieira, um dos homens que mais entendia o cavalo de corrida no turfe brasileiro, sob a alegação de que se tratava de um universo exclusivamente masculino, Cristina Vieira decidiu fazer faculdade de Veterinária. Começou como estagiária em 1975 e hoje, 32 anos depois, atende a alguns dos mais destacados studs cariocas. Na semana do GP Brasil, as éguas Super Duda (Stud Alvarenga), vencedora do GP Major Suckow, e Re Thong (Stud Capitão), que levantou o GP Roberto e Nelson Grimaldi Seabra, são exemplos do resultado do trabalho de Cristina. Outra fantástica contribuição desta abnegada profissional foi a de abrir caminho para tantas outras mulheres que hoje militam, com sucesso, na atividade, como Bianca Cascardo (casada com Flávio Géo), Adriana Lioi e as irmãs Cláudia Cury e Cristina Rezende, essas, além de veterinárias, também treinadoras.

Outros profissionais brilham atualmente e merecem ser homenageados esta semana.

Listar profissionais que atuam com sucesso é sempre perigoso, pois alguns podem ser esquecidos. Nomes que brilham no momento são os de Flávio Carneiro, que atende, entre outros, ao Stud Estrela Energia; Alexandre Dornelles, à frente dos defensores do Haras Nacional e de vários proprietários menores; Marcos Maia, com o Stud Palura, e o alegre e competente Adílson Menegolo, do Haras Anderson.
Outros profissionais de categoria seguem trabalhando e conseguindo ótimos resultados e merecem o respeito e a oportunidade de mostrar sua capacidade. Portanto, neste sábado, você que é proprietário, dê um abraço no veterinário que acompanha seus cavalos, em respeito ao homenageado, o mestre dos mestres, Octávio Dupont.

por Marco Aurélio Ribeiro



<< Anterior Próxima >>








12.960

12.844















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês