Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

New Prada - Stud Everest

Heintz - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Madame Indy - Haras do Morro

Omega Tres - Haras Iposeiras

Danish Ship - Stud Rotterdam

Mstraubarry - Stud Verde

Rei do Caviar - Coudelaria Atafona

Melhor Maneira - Stud Verde

Hispaniola Time - Haras Iposeiras

Gene Pool - Stud Best Friends

Tenacious - Stud Ilse

Manancial - Stud Everest

Antigua - Coudelaria Atafona

La Gorda - Stud H & R

Joka Tango - Haras do Morro

I Saw Everything - Stud H & R

Nebula - Jorge Olympio Texeira dos Santos

Quero Bis - Haras Clark Leite

Hispaniola Time - Haras Iposeiras

Sulina - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Rita Di Cascia - Haras Clark Leite

Mais Que Bonita - Stud Eternamente Rio

It Came From - Stud H & R

Nergy Of Tiger - Stud Cajuli

Manancial - Stud Everest

I Have A Dream - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Fleur De Lys - Haras Itá-Kunhã

Drakarys - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Nebula - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Joint Venture - Stud Verde







Outubro | 2020

Páreo Corrido, por Paulo Gama
13/10/2020 - 09h53min

VENCEDOR DA ELEIÇÃO NO JCB TERÁ GRANDES DESAFIOS

Na próxima quinta–feira, dia 15 de outubro de 2020, os sócios do Jockey Club Brasileiro decidirão, nas urnas, o nome do presidente de uma das mais tradicionais e importantes entidades hípicas da América Latina. Luiz Alfredo Taunay, atual mandatário, é candidato a reeleição, e o criador e proprietário, Raul Lima Neto, surge como o seu único opositor. Seja qual for o escolhido no pleito, após a votação do quadro social, ele enfrentará desafios expressivos para comandar o grandioso clube em tempos de pandemia, com graves problemas financeiros, administrativos e estruturais pela frente. Uma tarefa das mais árduas, sem sombra de dúvida.

A atividade turfística envolve inúmeras despesas dos proprietários e aficionados em puros–sangues de corrida. Entre elas, os insumos indispensáveis para manutenção dos animais, tais como, compra de serragem, ração, medicamentos, transporte e outros acessórios típicos da indústria turfística. A relação entre o preço mensal do trato, para o dia a dia dos cavalos de corrida, e o valor dos prêmios dos páreos, está bastante defasado, num período de crise econômica. Este detalhe tem desmotivado, cada vez mais, os apaixonados pelo esporte a investir na aquisição de corredores nos leilões mais importantes.

O presidente eleito no Jockey Club Brasileiro, além de tentar contornar esta equação desfavorável, entre receita e despesa com os cavalos, para evitar o êxodo dos proprietários, terá ainda outros obstáculos. Entre eles, o pior de todos, tem sido a diminuição sistemática e gradativa do rebanho de equinos no país. Este fator negativo da nossa criação, tem afetado demais a indústria do cavalo de corrida nas últimas décadas. A cada dia que passa, os responsáveis pela organização e formação dos páreos semanais, nos diversos hipódromos brasileiros, encontram maiores dificuldades. Afinal, sem milho não se faz pipoca. Poucos cavalos, poucos páreos.

A valorização dos eventos turfísticos mais importantes no Brasil tem sofrido significativo abalo, em termos de gestão e comprometimento dos clubes hípicos com o restante da sociedade. A divulgação acontece só no próprio âmbito turfístico. Não se estabelece um elo do nosso esporte com os meios de comunicação de massa e as redes sociais. Só os turfistas recebem a informação do dia e da hora de um clássico importante, ou coisa que o valha. As outras pessoas do convívio social desconhecem que são os nossos melhores jóqueis, treinadores ou cavalos. O resto do mundo não tem a menor noção de quem é quem no turfe brasileiro.

O turfe nacional possui excelentes criadores, proprietários, cavalos, profissionais, jóqueis e treinadores, mas enfrenta crise econômica permanente nos últimos anos. Caberá ao presidente eleito no JCB, assumir o comando do clube com pensamento firme, conduta dinâmica e liderança nacional, procurando unir todos os clubes coirmãos. Todos estão no mesmo barco. Do contrário, a extinção do esporte parece ter futuro não muito distante e inexorável no país. Boa sorte aos candidatos.

PURO–SANGUE MELHOR APRESENTADO

Um espaço generoso para dois treinadores radicados no Hipódromo da Gávea, que apresentaram em forma exuberante os seus pensionistas. Mauro Teixeira da Costa brilhou na apresentação de Rumo Tropical, de Paulo Rubens Brenke Diniz, fácil ganhador do quinto páreo de domingo, com direção tranquila da joqueta Victória Mota. Apresentação de luxo. José Ferreira Reis, na mesma reunião, trouxe High Season, do Stud Suellen Glória, em estado atlético soberbo. Enquanto cruzava o disco, com Jorge Ricardo em seu dorso, Nenê marcava o gol da vitória, contra o Bahia, no Maracanã, para a dupla alegria da proprietária tricolor.

JOQUEADA DA SEMANA

No dorso de Honest Girl, do Stud Pedudu, e preparo de Ronaldo Lima, o garoto prodígio, Bruno Queiroz, deu a joqueada da semana. Enquanto os jóqueis dos cavalos rivais decidiram fazer correr nos 800 metros, ao mesmo tempo, ele recolheu a sua conduzida, da ponta para o quarto lugar. Depois que os colegas se mataram mutuamente, Bruno, com simplicidade, fez correr por fora e dominou a prova sem luta. Tudo muito fácil para quem possui um talento tão grande. E, certamente bem complicado para quem não possui. O garoto melhora mais a cada segundo.

SÃO PAULO

A dupla dinâmica, formada pelo jóquei Muriel Machado, e o treinador, Bruno Alexandre, que fez tanto sucesso aqui na Gávea, continua a brilhar, agora no Hipódromo de Cidade Jardim. No último sábado conquistaram juntos dois triunfos bem interessantes através de Catch A Magic, de propriedade de Eduardo Schuch, e de Marlin Azul, de Edson Alexandre, na Prova Especial Alfredo Sestini.  Direções enérgicas e precisas de Muriel, um jóquei de expressivo rigor, e apresentações competentes do Bruno. Parabéns aos dois excelentes profissionais.



<< Anterior Próxima >>








13.013

12.844



















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras Figueira do Lago

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Embalagem

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês