Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

King Five - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Paris Seis - Haras do Morro

La Marianne - Haras Itá-Kunhã

Notorious - Haras Figueira do Lago

Galilei Thunder - Haras do Morro

Nero D’Avola - Haras Figueira do Lago

Oak Flavour - Haras Figueira do Lago

Hipness - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Ostentacion - Stud Cajuli

Oxford Girl - Haras Figueira do Lago

Impulsione - Haras do Morro

Danish Ship - Stud Rotterdam

Ostentacion - Stud Cajuli

Nergy Of Tiger - Stud Cajuli

Joka Tango - Haras do Morro

Lexus - Stud H & R

Revoada - Haras Clark Leite

I’ve Been There - Haras do Morro

Olympic Ipswich - Haras Do Morro

Non Merci - Haras Figueira do Lago

Our Captain Louis - Stud Faverest

Nergy Of Tiger - Stud Cajuli

Alto Lá - Stud Bossa Rio

Orozco - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Mem Cade Ce - Stud Verde

Notorious - Haras Figueira do Lago

Hecho Con Amor - Stud Verde

Impulsione - Haras do Morro

Joka Tango - Haras do Morro

New Prada - Stud Everest








Julho | 2021

Cinco reuniões no GP Brasil é boa opção para o JCB
21/07/2021 - 08h18min

No final de semana do Grande Prêmio Brasil, entre os dias 13 a 16 de agosto, as duas alternativas do Jockey Club Brasileiro, a princípio, seriam promover as quatro reuniões, de sexta a segunda–feira, ou, de sábado a terça–feira. Entretanto, os dirigentes do aristocrático clube hípico, devem começar a se preparar para uma terceira opção. No caso de elevado número de inscrições, o que parece provável, dar cinco reuniões proporcionaria uma solução funcional e simpática para proprietários dos puros–sangues de corrida. Principalmente, aqueles que para aproveitar os caminhões que trazem cavalos para atuar na esfera clássica, colocam junto a eles, corredores de provas de turma. Já pensou a frustração de não poder ver o seu cavalo em ação na semana mais importante do turfe nacional?

Em média, nas últimas semanas, o JCB tem promovido 27 páreos, distribuídos, em três reuniões de 9 páreos. Ou seja, 25 provas comuns, somadas a 2 clássicos. Entretanto, na semana máxima do turfe nacional, teremos 16 clássicos. Pouco menos do que duas programações de nove páreos. No caso de serem dadas 4 programações de 10 páreos, teríamos um total de 40. Com isso, só poderiam ser dados 24 páreos de turma, número inferior aos 25 promovidos numa semana comum. Este pode ser um problema logístico bem complicado na hora da distribuição dos páreos.

A quinta reunião, na sexta–feira, permitiria acomodar os páreos de qualidade técnica inferior neste dia, e formar programações de qualidade, nos outros, sem frustrar os demais proprietários. Em caso de cinco reuniões de 10 páreos, o JCB teria os 16 clássicos, e 34 páreos de turma, sete a mais, do que os 27 habituais. Ou, cinco reuniões com nove provas, num total de 45, com 16 do calendário clássico, e 29 comuns, dois a mais, do que vem acontecendo ultimamente. É sempre melhor estar prevenido para resolver um problema inesperado, do que ser apanhado de surpresa. A sexta–feira, com corridas, pode ser um aquecimento perfeito para o resto da semana. Sem perder, o MGA sempre expressivo da terça–feira.

Por Paulo Gama



<< Anterior Próxima >>








13.134

12.844



















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras Figueira do Lago

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Embalagem

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês