Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Neville - Haras Figueira do Lago

New Prada - Stud Everest

Palavra Cantada - Haras do Morro

Nerd - Haras Figueira do Lago

Ile Nue - Haras do Morro

New Prada - Stud Everest

Heintz - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Madame Indy - Haras do Morro

Omega Tres - Haras Iposeiras

Danish Ship - Stud Rotterdam

Mstraubarry - Stud Verde

Rei do Caviar - Coudelaria Atafona

Melhor Maneira - Stud Verde

Hispaniola Time - Haras Iposeiras

Gene Pool - Stud Best Friends

Tenacious - Stud Ilse

Manancial - Stud Everest

Antigua - Coudelaria Atafona

La Gorda - Stud H & R

Joka Tango - Haras do Morro

I Saw Everything - Stud H & R

Quero Bis - Haras Clark Leite

Nebula - Jorge Olympio Texeira dos Santos

Hispaniola Time - Haras Iposeiras

Sulina - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Rita Di Cascia - Haras Clark Leite

Mais Que Bonita - Stud Eternamente Rio

It Came From - Stud H & R

Nergy Of Tiger - Stud Cajuli

Manancial - Stud Everest








Novembro | 2020

Páreo Corrido, por Paulo Gama
17/11/2020 - 08h36min

O FANTÁSTICO DERBY DA BORBOLETA...

"Roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou num instante, nas voltas do meu coração", escreveu, num belo dia de rara inspiração, Chico Buarque de Holanda, na música "Roda Viva", um dos maiores sucessos de sua carreira. Mas o que queria dizer o grande poeta no refrão de sua linda canção? Modestamente, acredito que ele se refere da constante e frenética mutação da rotina do dia a dia, na vida dos seres humanos. Numa determinada estrofe, ele canta. "A gente vai contra a corrente até não poder resistir. Na volta do barco é que sente, o quanto deixou de cumprir. Faz tempo que a gente cultiva a mais linda roseira que há. Mas eis que chega a roda–viva e carrega a roseira para lá". Chico aí, neste momento, exemplifica o turbilhão de emoções da existência humana. Às vezes, a gente paga por nossos erros. Em outros casos, a pessoa faz tudo certo, e, mesmo assim pode ser vítima da própria insensatez e imprevisibilidade da vida com o passar do tempo.

Alex Mota é um dos melhores jóqueis que tive a oportunidade de ver montar na minha carreira de cronista de turfe. A sua facilidade para conduzir um cavalo de corrida dá até raiva na gente. Os verdadeiros turfistas, aqueles que amam de paixão o esporte, com certeza souberam usufruir dos belos momentos que este talentoso piloto já nos proporcionou nas pistas brasileiras. Entretanto, Alex Mota, chamado pelos próprios colegas de "Borboleta", talvez pela elegância e sutileza na arte de montar, contrastou estes momentos maravilhosos, com alguns sumiços e abandono repentino da profissão. Que pena!

O nosso querido Mota é um indivíduo Instável e imprevisível. Os incontáveis fãs deste verdadeiro gênio das rédeas, quando o presenciam numa grande fase, como agora, têm vontade de se ajoelhar e lhe suplicar que não mude de canal. Mota é assim. Do nada, ele sai de cena. Deixa de lado o sofrimento da árdua necessidade de manter o peso. Larga de mão o suor das horas de sauna e das corridas na raia ao sol do meio–dia, para perder peso. Não sei bem o que passa por sua cabeça. De uma hora para outra, Mota deve pensar que já sofreu demais. Que já brindou os turfistas com o seu talento. Então, ele decide que ninguém é de ferro. E troca a vida de atleta por uma cerveja gelada, na praia do Leblon, e algumas apreciadas horas cantando num karaokê.

O Grande Prêmio Derby Paulista de 2020, ano da impiedosa pandemia, será lembrado para sempre pela magia do triunfo de Own Them, de propriedade do Stud My Hero Dad e Castellano Stud, este último, o seu criador. Ainda perdedor, o craque estreou em 2.000 metros, no Hipódromo do Tarumã, com um promissor segundo lugar para Royal Forestry, um dos melhores cavalos em pista de areia do turfe nacional. Já dizia o mestre Federico Tésio: "Cavalo que corre bem na estreia, em distância de fundo, dificilmente deixa de chegar a esfera clássica". Quem somos nós para discutir com o lendário Federico? 

Own Them foi então apresentado ao fantástico Alex Mota. Largou frio, no confronto com alguns dos melhores potros do país. As atenções se voltaram para outros competidores. Corriam embolados. E de repente, quando tudo parecia decidido, surgiu um fantasma, bem aberto, além do meio de raia. Era o paranaense Own Them, com um homem de gelo no seu dorso. Nada de socos no ar. Nada de comemorações exageradas. Livre, leve e solto, como deve ser uma borboleta. Sem espalhafato. Alex Mota nasceu para ser jóquei. Tecnicamente falando é claro. Porém, com a alma de boêmio, de cantor, de romântico e de brasileiro. Um talento extraordinário, mas um temperamento inconstante. De vez em quando, tira folgas demoradas para se divertir um pouco e curtir a vida. Afinal, a parte ruim de ser jóquei, segundo ele mesmo me disse quando fui seu agente de montarias, é ter de abrir mão de quase tudo o que é bom na vida. Por favor Mota, fique por aqui com a gente por mais algum tempo. Eu tenho certeza, que a sua filha, Victória Mota, que foi as lágrimas vendo o triunfo de Own Them na televisão, concorda comigo. E a sua legião de macacas de auditório então, nem se fala...

JOQUEIS CARIOCAS BRILHARAM

Além da memorável joqueada da Alex Mora no Derby, os outros jóqueis cariocas também se saíram bem em Cidade Jardim. Na Prova Especial Odisseus, Jorge Ricardo obteve belo triunfo com Big Thunder, de Eladio Mavignier Benevides, e treinamento de Valter dos Santos Lopes. Bruno Queiroz correu Chrevre D"Or, de Nicholas e Enrico Jarussi, com a precisão de um relógio suíço. E Leandro Henrique encerrou a festa na última prova no dorso de Quetin Blue, do Stud Barreiro, naquele ritmo do "braço de mola". Portanto, uma excursão proveitosa ao hipódromo paulistano.

UM VAREIO NO BENTO

O triunfo de American Tiz, de Maurício Roriz dos Santos, no Grande Prêmio Bento Gonçalves de 2020, foi impressionante. O castanho criado por Paulo Neri de Lima Bergamo, e bem apresentado por A. Soares, me fez lembrar das vitórias de Itajara, na década de 80, na Gávea. O filho de First American acompanhou a parceirada com tanta facilidade, que Marcelo Souza decidiu dominar a carreira bem antes do programado. Pouco a falar dos demais competidores diante da autoridade do ganhador. Foi um Bento Gonçalves de um cavalo só.

GÁVEA

PERSONAGEM

Luís Esteves não está para brincadeira e faturou duas, das três provas clássicas disputadas. Além disso, foi ótimo segundo lugar com Nuance, do Stud Happy Again, na Prova Especial Octávio Dupont, em que foi derrotado. Mstraubarry, do Stud Verde, foi bela sacada do treinador nas provas de fundo. Fugiu da primeira turma e se impôs neste tipo de competição. Oberyn, do Stud Happy Again, voltou a mostrar valentia e regularidade. Henderson Fernandes está muito confiante e faz boa dupla com o treinador. Não sei onde eles vão arrumar lugar para guardar tantas taças.

PURO–SANGUE MELHOR APRESENTADO

Idle Ways, do Haras Santa Maria de Araras, foi apresentada em estado atlético exuberante por Christiano Oliveira. Fez galope vistoso, apesar de um tanto nervosa, e na corrida teve força para lutar pelo triunfo depois de dar pequena vantagem na largada. Boa média de aproveitamento do treinador, que, com o amadurecimento natural tem consolidado a sua trajetória profissional.

JOQUEADA DA SEMANA

Henderson Fernandes mostrou conhecer bem as características de Oberyn, o seu pilotado no Clássico Ernani de Freitas. O defensor de Stud Happy Again é muito valente e aceita a briga. Acompanhou de perto o ritmo da prova, deu pequena alça no meio da reta, e, depois de respirar, teve força para resistir ao ataque de Playa Los Ingleses, um rival que não lhe deu folga. Confiança é tudo no esporte.



<< Anterior Próxima >>








13.025

12.844



















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras Figueira do Lago

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Embalagem

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês