Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Hispaniola Time - Haras Iposeiras

Paris Seis - Haras do Morro

Atafona Beach - Coudelaria Atafona

I Saw Everything - Stud H & R

Jackson Pollock - Stud Verde

New Prada - Stud Everest

Melhor Maneira - Stud Verde

Kim Bessinger - Stud H & R

Northern Bold - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Gone Hollywood - Stud Verde

Mais Que Bonita - Stud Eternamente Rio

Nepal - Haras Figueira do Lago

Guaruman - Haras Planície

Oitenta Por Hora - Stud Happy Again

Parigi - Haras Clark Leite

Penélope Charming - Haras do Morro

Allister - Stud Eternamente Rio

Menina Veneno - Haras Figueira do Lago

Neusely - Haras Figueira do Lago

Queijadinha - Haras do Morro

Pepsi-Queen - Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Atafona Beach - Coudelaria Atafona

Dracarys - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Madison - Haras Figueira do Lago

Kasablanca - Stud H & R

Mais Que Bonita - Stud Eternamente Rio

Queen Of Rio - Haras Clark Leite

New Look - Haras Figueira do Lago

Marlin Azul - Haras Figueira do Lago

Zyklus - Stud Cajuli








Junho | 2020

Páreo Corrido, por Paulo Gama
16/06/2020 - 10h52min

SIMULCASTING INTERNACIONAL CADA VEZ MAIS PERTO DOS BRASILEIROS

Depois do divórcio entre o Jockey Club Brasileiro e a PMU, agência francesa de apostas, à primeira vista parecia, que o interesse dos brasileiros pelo turfe internacional diminuiria bastante. Não foi o que aconteceu. A diretoria do clube hípico carioca teve visão de marketing, dinamismo e feeling para investir e se arriscar na transmissão de bons espetáculos. Manteve um alto nível no simulcasting internacional, intercalando os comentários de André Rodrigues, Lucas Eller e Diego Guedes, no estúdio, com as transmissões dos páreos através dos locutores locais. Produto bom é sinônimo de inevitável retorno. E este retorno foi ótimo. Aos poucos, quase sem perceber, o turfista brasileiro foi sendo seduzido pela qualidade do espetáculo.

Quem não gosta de ver um evento turfístico bem organizado? Bons hipódromos, pontualidade de horário, raias de qualidade impecável, alguns dos melhores puros-sangues do mundo em ação, treinadores famosos e jóqueis consagrados pelos maiores especialistas do turfe internacional. E assim, a coisa fluiu naturalmente. Hoje, discuto os páreos de Belmont Park com o Davi Polmon ao telefone. Elogio o Irad Ortiz Jr, e as suas joqueadas fantásticas. Tenho que aturar o Davi enaltecer o Javier Castellano, de quem ele é fã de carteirinha. E ainda tem as cornetadas do Paulo Pisca, no Joel Rosário, por que ele gosta de correr os cavalos muito longe, ou do Lucas Eller, durante as transmissões, criticando o John Velásquez. Tudo isto é sensacional!

Quando o turfista já conhece os nomes dos jóqueis e dos treinadores é por que a coisa engrenou. É igual ao time de futebol de qualidade. Todo mundo sabe a escalação, do goleiro ao ponta-esquerda. Hoje, todo turfista sabe que um cavalo inscrito por Chad Brown é meio caminho andado para ganhar. O mesmo acontece se for um pensionista do Todd Pletcher. Em Belmont, uma constelação de jóqueis. Em Santa Anita, a gente torce para o T. J. Pereira. Se for Tampa Bay, os páreos são fracos, mas o Marcelo Almeida está por lá. Então, vale a pena dar uma olhada. Gulfstream Park é o hipódromo dos páreos de campos numerosos e dos rateios elevados. Para quem gosta de jogar azarões, não tem igual. Golden Gate não tem mais Russel Baze. Por lá, para nós brasileiros, ficou a saudade do tempo em que a gente secava as suas montarias por causa da disputa do recorde mundial de vitórias com o Ricardinho. Ele parou de montar. Antes de Cristo e depois de Cristo. Em Golden Gate é a mesma coisa. Antes de Baze e depois de Baze. Vida que segue...

Pode ser que um dia, o JCB decida desafiar o fuso horário. Do outro lado do mundo, em Hong Kong, temos o "Magic" João Moreira. E, agora, com o reforço de peso do Vagner Borgas. Seria uma delícia ver estes caras montarem de madrugada. Um projeto que pode ser interessante, e bem mais viável, seria conectar as nossas corridas com as de San Isidro e Palermo, em Buenos Aires, futuramente. Já foi feito, algumas vezes. Não prosperou. Temos que tentar de novo. Francisco Leandro, o líder de lá, é brasileiro. E tem o Altair Domingos, José Aparecido e o Ricardinho na reta final. O mundo está globalizado. O turfe também vai ficar. Cada vez mais. Este fato é inexorável. Nenhum conservadorismo poderá mudar o curso da história.

SAI DE CENA MÁRIO CAMPOS

E aí, Salvação? Não havia uma vez, que você cruzasse com o treinador Mário Rodrigues Campos, que ele não lhe cumprimentasse assim. A notícia do seu falecimento entristeceu a todo o mundo do turfe. Gaúcho de Camaquã, Mário Campos morreu aos 77 anos, mas deixou um enorme legado para a história do turfe brasileiro. Ele saiu desta vida do mesmo jeito que escreveu a sua vitoriosa história. Uma vida profissional onde sempre foi um homem discreto, elegante, talentoso, bem-sucedido e negro. Homem de poucas palavras, Seu Mário era, entretanto, espirituoso, bem-humorado, sensível, objetivo e direto. Possuía um dom divino para lidar com os puros-sangues. Sabia conversar com eles. Com alguns craques como Lazurita, Uapybo, Hail Glory, Blade Prospecto, Jabble, entre outros, escreveu algumas das mais belas páginas do turfe nacional. "E aí, Salvação? ".

DESTAQUES NA GÁVEA

PURO-SANGUE MELHOR APRESENTADO

Nada chamou mais atenção dos turfistas lúcidos e imparciais, como diria o saudoso cronista, Marcos Ribas de Faria, o "Escorial", do que a estreia da potranca Idle Ways, do Haras Santa Maria de Araras, na tarde de domingo. Parabéns ao treinador Christiano Oliveira, numa jornada espetacular, em que ainda ganhou com In Your Dreams e Hi Butterfly. Porém, merece maior destaque Idle Ways, que tem futuro garantido nas pistas. Belo porte, nobreza no galope, bom temperamento e muita raça. Provavelmente será figura carimbada nas provas clássicas da nova geração.

JOQUEADA DA SEMANA

No dorso de Nordstorm, do Haras Nacional, brilhante ganhador do Clássico Jockey Club de São Paulo, com preparo perfeito de Marcus Aurélio, Bruno Queiroz deu a joqueada da semana. Frio, tático e talentoso, posicionou o seu conduzido junto à cerca interna e construiu, gradativamente, uma perfeita obra prima. Uma atropelada sensacional, sempre pelo menor caminho. Bruno é mais uma joia rara, polida na Escola de Aprendizes do JCB, cuja equipe do professor Marcelo Cardoso trabalha muito bem. A próxima atração é o aprendiz, V. Espíndola. O seu comportamento no dorso de Miss Bodin, do Stud Matheus e Nathalia, e Hispaniola Time, do Haras Iposeiras, denota precocidade, capacidade técnica e absoluta confiança para a profissão. É até covardia pensar que ele ainda vai descarregar peso por mais de um ano.

PERSONAGEM

Marcelo Gonçalves obteve cinco vitórias, num conjunto de apenas dois programas. Na atual circunstância e com tamanha competitividade é bastante. E ainda perdeu umas duas carreiras de chorar. É um jóquei de bons predicados, com indiscutível rigor e bastante seriedade no percurso. Se continuar cuidando do peso e evitar o seu maior problema, que são as seguidas suspensões, conseguirá sempre manter regularidade e bons resultados. Parabéns pela excelente performance.

CIDADE JARDIM

Mestre Alemão, do Stud LD, nunca mostrou em sua campanha aqui na Gávea, o padrão de corrida registrado em Cidade Jardim. Vale ressaltar o preparo de João Carlos Ávila, que tem mantido o seu pensionista em fora atlética soberba. Derrotou um lote de adversários muito forte, uma marca impressionante, e com autoridade indiscutível. Direção precisa de Marcos Ribeiro. Bem apresentado pelo futuro campeão Mário André, Demônio, do Stud Boa Estrela, recebeu a melhor direção da semana, do bom piloto Ruberlei Viana. Bruno Queiroz marcou presença no turfe paulista com dois triunfos, em direções corretas, com Turkish, de Giovanni Giusseppe Pompeu Maggi, e Her Tank Zip, de Domingos Edmundo Guielmi Jr. 



<< Anterior Próxima >>








12.992

12.844



















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras Figueira do Lago

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Embalagem

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês