Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Gone Hollywood - Stud Verde

Hale Bop - Stud HRN

Festa Pronta - Stud Verde

Manancial - Stud Everest

Madame Indy - Stud Palura

Agassi - Stud Verde

Atafona Beach - Coudelaria Atafona

Gata Voadora - Stud Verde

Mafioso Luy - Stud Cajuli

Penelope Charming - Haras do Morro

Isola Di Fiori - Haras do Morro

Agassi - Stud Verde

Historieta - Stud Snob

Hervadaninha – Stud Palura

Jurere Girl – Stud H & R

Adaga do Rei – Haras do Morro

Cuca Morena – Jorge Olympio Teixeira dos Santos

Ultimaforma – Stud Verde

Escasa – Haras do Morro

Maestro da Serra – Stud Cajuli

Garbo Talks – Haras do Morro

Ba Victoria – Stud Cezzane

Tea Time – Stud Nunes de Miranda

Garra – Haras Do Morro

Fletcher – Stud Snob

Fletcher – Stud Snob

Garbo Talks – Haras do Morro

Till To Disc – Haras do Morro

Imperador Acteon – Stud Acqua Azul

Empowered – Stud Happy Again








Janeiro | 2019

Laboratórios credenciados pela IFHA, por José Carlos Fragoso Pires Junior
11/01/2019 - 14h25min

Em sendo um assunto de interesse geral, pesquisei e tentei obter algumas informações sobre os laboratórios credenciados pela IFHA (International Federation of Horseracing Authorities), cujo endereço eletrônico, para quem desejar pesquisar mais sobre este assunto e diversos outros é: www.ifhaonline.org

Navegando pelo site acima e colhendo algumas informações com outras pessoas, devo te dizer que o Comitê Antidopagem (existem diversos outros Comitês na IFHA) estipulou uma série de substâncias proibidas e credenciou, até o momento 5 (cinco) Laboratórios Internacionais para homologar as provas de Gr.1 em 2018.  Todos os países da América do Sul (membros da OSAF) estão enviando os exames das provas de Gr.1 deste ano para um destes cinco laboratórios, com exceção de todos os hipódromos Argentinos e mais o JCSP. Este ano não existe a obrigação, apenas a recomendação. A obrigação será a partir de 2019 para as provas de Gr.1 e a partir de 2020 para as de Gr.2 e Gr.3.

Os Laboratórios já credenciados no mundo são os 5 (cinco) abaixo, conforme o site oficial da IFHA:

(Australia) - Racing Analytical Services Limited

(France) - Laboratoire Des Courses Hippiques

(Great Britain) - LGC Group, Sport & Specialised Analytical Services

(Hong Kong) - Hong Kong Jockey Club Racing Laboratory

(USA) - Kenneth L. Maddy Equine Analytical Chemistry Laboratory, University of California at Davis

Sabe-se que existem vários países no mundo tentando credenciar laboratórios afim de fazerem seus exames sem ter que enviá-los para os laboratórios já credenciados. O que está mais avançado é o Japão, que no momento, envia seus exames para Hong Kong. O laboratório argentino no Hipódromo de San Isidro, também está tentando há vários anos o credenciamento, mas até o momento, sem sucesso.

Para que um laboratório possa se manter, é necessário executar 10.000 amostras por ano. Como o Brasil só faz 3.000 amostras por ano e a Argentina 6.000 amostras por ano, entre os membros da OSAF (Organización Sudamericana de Fomento del Sangre Pura de Carrera) e estando o laboratório de San Isidro, que é tido como excelente, tentando obter o credenciamento, assim que isso acontecer, só haverá espaço para um laboratório na América do Sul, pois não haverá como se viabilizar com amostras suficientes, mais de um laboratório.

O endereço eletrônico da OSAF, é: www.osafweb.com.ar

Os membros da OSAF, que tem sua sede em San Isidro (Argentina), são:

Argentina (com 8 Entidades)

Brasil (com 4 Entidades)

Chile (com 6 Entidades)

Colômbia (com 1 Entidade)

Equador (com 1 Entidade)

México (com 1 Entidade)

Panamá (com 1 Entidade)

Paraguay (com 1 Entidade)

Perú (com 4 Entidades)

Uruguay (com 4 Entidades)

Para informação, o custo atual para o Brasil enviar exames para a França é de aproximadamente E$ 240,00 (Duzentos e Quarenta Euros) por exame.

O custo da postagem do exame para Paris, França, é de cerca de R$ 4.000,00 (Quatro Mil Reais) por caixa, com no máximo 12 exames de 6 animais (prova e contraprova).

O custo para enviar os exames para a Argentina (no caso deles obterem o credenciamento) ficará em aproximadamente US$ 190,00 (Cento e Noventa Dólares Americanos) por exame.

O custo da postagem para Buenos Aires, Argentina, com certeza será bem mais barato, mas não consegui ter uma ideia de quanto (R$ ???) será.

Isso foi o que consegui obter e espero ter contribuído em dar informações para a comunidade Turfística Brasileira.

J. C. Fragoso Pires Júnior



<< Anterior Próxima >>








12.967

12.844















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Cezzane

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street
  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês