Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Faraoh Nilo – Stud Capitão

Questor Maximus – Stud Nunes de Miranda

Casual Elegance – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Luigi Bros – Haras Do Morro

Elemento Fatal – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Baccos – Stud Cajuli

Questor Maximus – Stud Nunes de Miranda

Rufus Gê – Stud Nunes de Miranda

Faraoh Nilo – Stud Capitão

Selo Negro – Stud Cajuli

Podolski – Sinval Domingues de Araujo

Energia Important – Stud Gold Black

Kurdish – Stud Capitão

Final Road – Haras do Morro

Acteon Gaúcho – Stud Hulk

Quarteto de Cordas – Haras do Morro

Ombak Bagusse – Haras Clark Leite

Escasa – Haras do Morro

Roi Plantegenêt – Stud Nunes de Miranda

Isola Di Fiori – Haras do Morro

Dracarys – Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Lookforthestars – Haras do Morro

Agassi – Stud Verde

Verso e Prosa – Stud Ilse

Last Hope – Coudelaria Jessica

Ghoul – Stud Verde

Famous Italian – Stud Palura

Risada Gaucha – Coudelaria Pelotense

Violino Solo – Haras do Morro

Gone Hollywood – Stud Verde








Maio | 2018

Last Hope, firme, vence o Clássico Much Better (L) na Gávea.
15/05/2018 - 23h45min

Gerson Martins

Disputado nessa terça-feira no Hipódromo da Gávea, o Clássico Much Better (L), prova para produtos de 3 e mais anos em 2.100 metros da pista de areia pela variante, teve Last Hope como vencedor.

Dada a partida e Valente Duque foi rapidamente para a ponta, seguido de perto por Lasting Colony. Kanton, Capitólio, Last Hope, Namur, Céu de Brigadeiro e Liberado vinham a seguir. Nessa ordem eles seguiram pela reta oposta com Valente Duque sendo perseguido de perto pelos outros competidores. Ao contornarem a variante Last Hope já era o segundo se aproximando perigosamente de Valente Duque. Lasting Colony passava para terceiro, enquanto Kanton, um pouco empurrado, já mostrava sinais de que não brigaria pela vitória, em quarto. Namur por fora e Céu de Brigadeiro por dentro se aproximavam. Logo na entrada da reta final, Last Hope com seu jóquei Valdinei Gil muito tranquilo, dominava facilmente o páreo, Céu de Brigadeiro, que conseguiu uma linda passagem por dentro, passava para segundo e Namur aberto, tentavam dar caça ao ponteiro. Na altura dos 250 metros finais, o “dragão” acionou o pensionista de J.C.Sampaio e fugiu para o espelho, vencendo por 3 corpos e 1/4. Namur se firmou em segundo, com Céu de Brigadeiro em terceiro. Liberado atropelou para ficar em quarto e Lasting Colony fechou o placar do clássico.

Last Hope, 5 anos, filho de Distorted Humor e West Hope por Crimson Tide, de criação e propriedade da Coudelaria Jéssica, chegou a sua décima vitória em 24 apresentações, sendo a segunda na esfera clássica (além de 3 provas especiais). Treinado por J.C.Sampaio e conduzido por V.Gil, o castanho com seus 485kg marcou o tempo de 2m16s20.

Clique aqui para ver o replay

Por Eduardo Simão


<< Anterior Próxima >>










12.902

12.844















Coudelaria Atafona

Coudelaria FBL

Coudelaria Intimate Friends

Coudelaria Jessica

Coudelaria Pelotense

Haras Clark Leite

Haras Iposeiras

Haras Depigua

Haras do Morro

Haras Old Friends

Haras Planície

Haras Vale do Stucky

Jorge Olympio
Teixeira dos Santos

Ronaldo Cramer
Moraes Veiga

Stud 13 de Recife

Stud Brocoió

Stud Cajuli

Stud Capitão

Stud Cariri do Recife

Stud Elle Et Moi

Stud Everest

Stud Gold Black

Stud H & R

Stud Hulk

Stud Ilse

Stud La Nave Va

Stud Palura

Stud Quando Será?

Stud Recanto do Derby

Stud Rotterdam

Stud Spumao

Stud Terceira Margem

Stud Turfe

Stud Verde

Stud Wall Street

  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês