Cadastre-se e receba novidades:

Nome


E-mail

Gabriela - Stud Eternamente Rio

Alpine Point - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Ponto Pacífico - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Naonda - Stud Eternamente Rio

Leme Norte - Stud São Francisco da Serra

Bala Jujuba - Haras Santa Rita da Serra

Hide Park - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Carminha - Haras Santa Rita da Serra

Belvoir - Stud Daltex

Fernando - Stud Daltex

Sempre Bem - Stud Daltex

Fernando - Stud Daltex

Conforto - Stud Daltex

Senhor Tricolor - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Ilha de Pascoa - Stud Iposeiras & Rotterdam

Gigante de Ouro - Sinval Domingues de Araujo

Itauba Sarge - Sinval Domingues de Araujo

Briskly - Sinval Domingues de Araujo

Selo Achaque - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Athomic - Haras Santa Rita da Serra

Hide Park - Ronaldo Cramer Moraes Veiga

Magique - Sinval Domingues de Araujo

Infinit Hill - Sinval Domingues de Araujo

Vizir de Bagé - Sinval Domingues de Araujo

Jurong - Stud Catilena

Carlos Galopito - Stud CHA

Jurong - Stud Catilena

Magnetita - Haras Planície

La Martina - Haras Planície

Jurong - Stud Catilena




JCSP - Terça-feira negra para o turfe nacional [17/01/2015]

A exemplo do que já ocorrera em duas oportunidades durante os quatro anos de gestão do Sr.Eduardo Rocha Azevedo a frente do JCSP, esta entidade turfística vem a público, novamente, brindar os proprietários e criadores que patrocinam as corridas de Cidade Jardim com outro CALOTE. Tão grave quanto ao fato em si é o caráter desafiador da medida retroagindo o expurgo a 13 de dezembro de 2014.

Pelo comunicado expedido na última terça-feira, 13/01/2015, a diretoria do JCSP fundamenta este mais novo ATENTADO ao Turfe no seu arrojo em pagar dívidas. Na verdade o arrojo tem e terá sido dos próprios proprietários e criadores ao manter seus animais cumprindo campanha no JCSP, mesmo após o terceiro calote em quatro anos.

A diretoria do JCSP confunde o vital papel de proprietários e criadores para a sobrevivência da atividade, com o de um banco que empresta recursos em troca de juros desde que apresentada garantia tida como boa: o aval de uma ou mais pessoas, por exemplo. 

Será que o mercado bancário de São Paulo está fechado para o JCSP ,a ponto de não conceder um empréstimo de prazo máximo de 90 dias  para o clube resolver negociações em curso com o aval de um ou mais diretores? Ou será que essas pessoas que compõem o corpo diretivo do clube, cujo aval basta a qualquer banco, não se sentem confortáveis em que, de fato, as dificuldades financeiras atuais terão solução, “no máximo”, em 90 dias?

Não é demais lembrar que ao responder a uma pergunta feita pelo site Raia Leve durante entrevista concedida na época que ainda era candidato o Sr. Eduardo Rocha Azevedo afirmou que “Prêmio é obrigação. Não é nenhuma dádiva.” Será que ele se esqueceu do que dissera?

Parece, infelizmente, que as palavras do então candidato durante a citada entrevista não merecem ser levadas à sério diante de tantas e tão graves diferenças com as atitudes que tomou depois de eleito, caso muito comum na política brasileira, quer partidária na administração pública, quer de clubes.

No Brasil se comete estelionato eleitoral impunemente. É da lavra desse mesmo senhor a máxima de que não venderia imóvel algum do clube, “pois primeiro se vende um, depois outro, depois mais outro, até que não se tenha mais nada para vender, por isso o fundamental é dinamizar as carreiras, obtendo o equilíbrio financeiro do turfe”. 

Algum turfista conseguiria citar uma ÚNICA medida desse senhor para dinamizar o turfe em Cidade Jardim? De outro lado, algum turfista desconhece o esforço desse senhor em realizar transações imobiliárias?

E o que dizer da postura da presidência do JCSP quanto a instalação da inadiável Pedra Única Nacional, embora no âmbito da Câmara de Equideocultura o JCSP tenha se manifestado de acordo com a posição desse órgão do Ministério da Agricultura de que o prazo de 180 dias seria adequado e suficiente para tal? Prazo esse que também foi defendido pela ABPCC e pela ACPCPSI,durante o processo de Audiência Pública para apreciação da matéria, mas, que no apagar das luzes do prazo de 30 dias concedido aos interessados,o JCSP mudou de opinião e pleiteou nada menos que dois anos.

Será que é assim que se dinamiza o turfe e o leva, ao menos, ao equilíbrio financeiro? Talvez seja mesmo mais fácil continuar usando proprietários e criadores como se fossem bancos ou banqueiros, pois a eles nenhum percentual de juros é pago, nenhum aval ou garantia é concedida, deixando de lado as carreiras, impondo prejuízos a cada reunião.

Ainda sobre o assunto prêmios, respondendo a uma pergunta relacionada à quantidade de páreos que o JCSP promovia por semana naquela época - há quatro anos -, o Sr. Presidente Eduardo teve a coragem de declarar: “tem que equiparar os prêmios de CJ com os prêmios do JCB. Essa é a primeira coisa. O proprietário aqui, ou o criador, ele cansou, né?”.

Palavras textuais do presidente...

Será que os proprietários e criadores que o Sr. Presidente Eduardo tinha como "cansados", há quatro anos, estão hoje mais confortáveis depois de três calotes e a redução do número de páreos com as dotações ainda mais defasadas? 

Com absoluta certeza NÃO, ao contrário... Devem estar exaustos de tanta falta de consideração e de compromisso. Se não fosse assim, o número de animais no JCSP não teria diminuído nesse período tal como o número de páreos, situação que só vai se agravar no futuro próximo. Ou será que não?

Senhor Presidente Eduardo, caso sua intenção seja continuar fazendo política que o faça a nível partidário, onde sua palavra (ou falta dela?) será apenas mais uma em muitas de igual credibilidade (ou falta dela?). Candidate-se a vereador, deputado federal ou quem sabe senador e vá para Brasília. Nesse projeto os turfistas lhe darão completo apoio.

Sábio mesmo, quase um profeta, só mesmo o atual Vice-Presidente Executivo do Jockey Club Brasileiro, Dr. Cláudio Ramos ao assinar uma CARTA ABERTA dirigida ao atual mandatário do JCSP, aqui mesmo no Raia Leve a qual fazemos questão de republicar.

Clique aqui para ler a carta aberta

Diretoria da ACPCPSI                                                                                                         






Outras notícias:

[26/01/2015 - 11h20min] - Gávea: pista, forfaits e bonificações

[26/01/2015 - 11h11min] - Cidade Jardim, comentários e indicações - Segunda - Feira

[26/01/2015 - 10h20min] - Gávea, comentários e indicações - Segunda-Feira

[26/01/2015 - 09h14min] - Cingapura: Manoel Nunes, o vencedor da estatística de 2014 em Kranji, segue vencendo

[26/01/2015 - 09h12min] - Resultados da 15ª Reunião - Jockey Club de Pelotas

[26/01/2015 - 09h09min] - Cidade Jardim: pistas, forfaits e bonificações

[26/01/2015 - 08h49min] - Missa de 7º dia

[25/01/2015 - 18h49min] - Hiper Negro na condução de Carlos Lavor, fatura a PE Old Master

[25/01/2015 - 18h25min] - O Grande Prêmio 25 de Janeiro é de Ainda Melhor

[25/01/2015 - 18h04min] - Princesa Lara confirmou seu favoritismo e venceu a PE Jorge Wallace Simonsen

[25/01/2015 - 11h23min] - Gávea: pista, forfaits e bonificações

[25/01/2015 - 10h07min] - Cidade Jardim, comentários e indicações - Domingo

[25/01/2015 - 09h42min] - Gávea, comentários e indicações - Domingo

[25/01/2015 - 09h40min] - Cidade Jardim: pistas, forfaits e bonificações

[25/01/2015 - 09h31min] - Pick 7 do Raia Leve e Barbada do Dia

[25/01/2015 - 09h23min] - Banco de vídeo já esta no ar

[24/01/2015 - 20h51min] - Senatus foi o melhor na Prova Especial Viziane

[24/01/2015 - 09h26min] - Gávea: pista, forfaits e bonificações

[24/01/2015 - 09h20min] - Cidade Jardim: pistas, forfaits e bonificações

[24/01/2015 - 08h49min] - Bastidores da Gávea

[24/01/2015 - 08h26min] - Gávea, comentários e indicações - Sábado

[24/01/2015 - 08h23min] - Cidade Jardim, comentários e indicações - Sábado

[23/01/2015 - 13h12min] - Russel Base aumenta vantagem sobre Ricardinho

[23/01/2015 - 09h22min] - Paraná: Paulo Pelanda é um dos candidatos a presidência do Jockey Club do Paraná

[22/01/2015 - 20h11min] - Na tocada de Edson Alvares, Xá Das Cinco vence o Clássico Presidente Raul Bastian





As provas clássicas ao longo dos anos

Grande Prêmio Henrique Possollo (GI) - Gávea - 20/01/2015



Grande Prêmio Estado do Rio de Janeiro (GI) - Gávea - 20/01/2015

















12.362

12.475

























  Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês